Livigno fica nos alpes italianos, a 2.000 metros de altitude. Local turístico e também onde tem sido muito utilizado pelos atletas da Itália para seus treinamentos. Lá estão 13 nadadores da Seleção Italiana, todos isolados em seus quartos recebendo suas refeições em bandeijas, sem poder deixar seus aposentos por conta de terem testado positivo para o Coronavírus.

O grupo tem alguns dos melhores nadadores da Europa como o medalhista olímpico Gabrielle Detti e a medalhista mundial Simona Quadarella além de Federico Burdisso, Martina Rita Caramignoli, Marco De Tullio, Stefano Di Cola, Sara Gailli, Edoardo Giorgetti, Matteo Lamberti, Alessio Proietti Colonna, Mattia Zuin, Simone Sabbioni e Alice Mizzau.

Todos haviam testado negativo no dia 11 de outubro quando o training camp começou. Com os testes frequentes, resultados positivos vieram após alguns apresentarem alguns sintomas. Nesta quinta-feira, todos voltaram a testar positivo, agora se apresentando assintomáticos. Ainda há integrantes da comissão técnica que acompanha os atletas que também testaram positivo.

A Itália decidiu há alguns dias a retomada de uma série de medidas restritivas no país, mas manteve aberta a condição de treinamento para nadadores da Seleção Principal e de categorias.

Veja a entrevista de Gabrielle Detti deu a Associated Press sobre o isolamento com Coronavírus nos alpes italianos clicando aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *