A Pandemia e a mudança dos Jogos Olímpicos para 2021 foi um choque e tanto para muitos atletas e seus planos pessoais. Uma semana depois do anúncio de João de Lucca, hoje foi a vez da nadadora Manuella Lyrio, 31 anos de idade, atleta do Pinheiros e Seleção Brasileira.

Manuella é a atual recordista sul-americana dos 200 metros nado livre com 1:57.28, marca feita nas eliminatórias da prova nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Com o tempo, ela chegou a semifinal na sua única participação olímpica defendendo o Brasil. Manuella terminou em 12o lugar com 1:57.43.

 

RIO DE JANEIRO, BRAZIL – APRIL 16: Manuella Lyrio of Brazil swims the Women’s 400m Freestyle heats during the Maria Lenk Trophy competition at the Aquece Rio Test Event for the Rio 2016 Olympics at the Olympic Park on April 16, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

 

Natural de Brasília, onde nasceu em 27 de julho de 1989, Manuella foi revelada nas mãos de Hugo Lobo, na AABB de Brasília. Depois de uma brilhante carreira nas categorias menores, sendo campeã nacional desde o infantil, se transferiu para o Pinheiros, ainda passando pelo Minas antes de retornar para o Pinheiros onde encerra a sua carreira.

Pela Seleção Brasileira, esteve na primeira edição do Campeonato Mundial Júnior, em 2006, no Rio de Janeiro. Depois, na equipe principal esteve nos Jogos Pan Americanos de 2007, 2011, 2015 e 2019.  No total, são nove medalhas em Jogos Pan Americanos, um outro, três pratas e cinco bronzes.

 

 

Na sua versatilidade de formação, Manuella nadava todas as provas de fundo, 400 medley e 200 borboleta. Na sua fase mais recente, dos 100 aos 400 livre, sendo os 200 a sua principal prova. Ela quebrou a marca continental três vezes:

1a vez, 30 de julho de 2013, no Mundial de Barcelona com 1:59.52, Larissa Oliveira quebrou seu recorde no Troféu Maria Lenk de 2015 com 1:58.53

2a vez, 15 de julho de 2015, nos Jogos Pan Americanos de Toronto com 1:58.03, Larissa Oliveira quebrou seu recorde na Seletiva Olímpica de 2016 com 1:57.37

3a vez, 8 de agosto de 2016, eliminatórias dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 com 1:57.28, marca vigente

 

Manuella Lyrio. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Duna Arena. 27 de Julho de 2017, Budapeste, Hungria. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

 

Manuella Lyrio também foi duas vezes recordista brasileira dos 400 metros nado livre:

1a vez, 14 de março de 2012, no Sul-Americano de Belém, 4:12.14, marca que ela mesmo quebrou em 2016

2a vez, 16 de abril de 2016, na Seletiva Olímpica, 4:09.48, marca quebrada por Joanna Maranhão 4:09.41 no Troféu Maria Lenk de 2017

 

Galeria de Imagens de Alexandre Loureiro e Satiro Sodré 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *