Foi no dia 2 de setembro de 1972, final olímpica dos 200 metros peito masculino dos Jogos de Munique onde o britânico David Wilkie se tornou no primeiro nadador da história a usar um óculos de natação na Olimpíada.

 

A utilização de um protetor para os olhos para usar na água não é coisa nova. Segundo dados históricos, desde o século 14 os primitivos já faziam um improvisado acessório formado por casco de tartaruga. A evolução foi progressiva e diversos mergulhadores foram melhorando o acessório para atingir a profundeza dos oceanos.

Em 1911, Thomas Burgees se tornaria no primeiro homem a fazer a Travessia do Canal da Mancha usando um óculos de natação. Quatro anos depois, acontecia a primeira patente de registro de um óculos de natação feita por Charles J. Troppman. A imagem está abaixo.

 

Primeiro anúncio de óculos de natação na Swimming World de 1968

 

 

Em 1968, a revista Swimming World publicava o primeiro anúncio de óculos de natação, mas na época sem grande empolgação dos usuários. No ano seguinte, o inglês Thomas Godfrey desenvolveu um protótipo em casa primeiro em plástico, depois em policarbonato. O modelo era leve, simples e que serviu de base para o desenvolvimento do óculos sueco que a Malmsten produz até hoje.

Foi nos Jogos Olímpicos de Munique que apareceram os primeiros nadadores usando óculos. Muita gente ainda tinha medo de que eles caíssem na saída. A final dos 200 peito em 2 de setembro marcou esta estreia. David Wilkie usou um modelo do óculos Godfrey e ficou com a medalha de prata na prova com 2:23.67. O americano John Hencken, sem óculos, ganhou a prova e bateu o recorde mundial com 2:23.67.

 

 

No ano seguinte, na primeira edição do Mundial de Natação em Belgrado, muitos nadadores já estavam usando os novos óculos. Na edição seguinte da Olimpíada, Montreal em 1976, marca a entrada determinante do acessório como indispensável para os nadadores.

Veja a primeira prova olímpica da história com o uso do óculos de natação:

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *