FINA divulgou hoje uma atualização no Sistema de Qualificação da natação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. No documento publicado além das datas que já haviam sido modificadas em maio, houve uma alteração importante no critério dos atletas classificados por Universalidade.

No critério anterior, só poderiam participar atletas na natação de Tóquio pelo critério de Universalidade aqueles nadadores que estiveram no Campeonato Mundial de Gwangju em 2019. Na nova deliberação publicada pela FINA, a entidade vai permitir a substituição destes atletas por razões excepcionais incluindo: aposentadoria, lesão ou suspensão por doping.

Havia um pedido de parte de treinadores que solicitavam a condição técnica, ou seja, algum atleta com marca mais expressiva neste período de dois anos, mas não foi incluída pela FINA.

Vale a descrição de que Universalidade são aqueles atletas, um de cada sexo, que pertencem a países que não possuem nenhum nadador classificado nem com marca A ou marca B, desde que tenham participado do Campeonato Mundial de Gwangju 2019. Somente países que estiveram no Mundial poderão postular as duas vagas para Tóquio.

Veja abaixo o boletim publicado hoje:

FINAL – 2020 07 08 – Tokyo 2020 – Revised Qualification system – Swimming – eng

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *