No plano internacional duas comemorações importantes, hoje é Dia da África e na Argentina se celebra a importante revolução de maio. No Brasil, um importante registro para os esportes aquáticos, hoje é o Dia Nacional do Massagista, figura ímpar e com tanta contribuição para os atletas em suas recuperações dos treinos e competições. Outras efemérides:

1988 – Nasceu Cameron van der Burgh, primeiro grande atleta da África do Sul que se consagrou internacionalmente sempre treinando em casa. Van der Burgh nasceu em Pretoria e foi campeão olímpico dos 100 metros peito em Londres 2012 e vice em 2016. Em Mundiais, foram 10 medalhas, 2 ouros, 3 pratas e 5 bronzes, mais oito medalhas em piscina curta 4 ouros, 3 pratas e 1 bronze. Van der Burgh também bateu por diversas vezes os recordes mundiais dos 50 e 100 metros peito. Em 2018, no Commonwealth Games venceu os 50 metros peito foi o primeiro nadador a bater Adam Peaty em competições em piscina longa desde 2014.

1995 – Madeline Groves, natural de Brisbane, completando hoje 25 anos de idade. Atleta olímpica da Austrália no Rio 2016, foi prata nos 200 borboleta e 4×100 medley nadando nas eliminatórias. Foi campeã do Pan Pacífico em 2018, uma surpresa, batendo o time americano. Atualmente está se recuperando de uma cirurgia para um câncer na coluna cervical e treinando em busca de uma vaga para a sua segunda Olimpíada em Tóquio 2021.

2018 – Depois de quase 10 anos, o Campeonato Brasileiro Infantil voltou a ser disputado em piscina curta. Na piscina do Internacional de Santos, o Clube Curitibano se sagra campeão nacional pela primeira vez do torneio e o nadador Lucas Tudoras do Paineiras completou oito vitórias em oito provas disputadas. Na última prova, Tudoras bateu o recorde brasileiro de categoria nos 200 metros borboleta Infantil II com 2:07.03.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *