O plano é audacioso, e a Liga Internacional de Natação promete mais novidades por aí. Segundo o website SportsPro (link), a ISL vai lançar no final do próximo mês a sua própria plataforma OTT (over the top), a sua própria geração e produção de vídeo ISL TV.

O plano é audacioso e estará disponível para assinatura nos países onde a Liga não tiver parceiros de mídia. No Brasil, o SporTV transmitiu a temporada inaugural da ISL, mas ainda não foi fechado nenhum acordo para este ano.

O planejamento da ISL era a realização de uma temporada ainda maior, iniciaria em setembro e iria até abril de 2021. Seriam 27 competições, comparadas com as 9 da temporada passada. Com a Pandemia do Coronavírus e a mudança de data dos Jogos Olímpicos de Tóquio, tudo ficou comprometido. Assim, a direção decidiu transformar as 27 competições em um super training camp de cinco semanas reunindo todas as equipes e cerca de 300 nadadores. O tal camp também está comprometido, especialmente por conta das fronteiras fechadas e a demora dos atletas poderem voltar aos treinamentos normais.

A ISL TV viria no mesmo conceito que a NBA TV através do seu NBA League Pass tem feito. Geração de conteúdo, debates, especiais, produções e reportagens, além dos jogos “em demanda” ou por assinatura completa de um pacote da temporada. Neste super camp já seriam gravadas as primeiras imagens deste “reality show” que a ISL pretende realizar.

Com todos os cancelamentos, a ISL através do bilionário russo Konstantin Grigorishin garantiu um suporte de 11 milhões de dólares que irá garantir 1,5 mil dólares de ajuda de custo para todos os atletas integrantes das equipes da Liga até o próximo ano.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *