Nesta segunda-feira, 11 de maio, começa o processo de reabertura da Espanha. É a chamada passagem da fase 0 para a fase 1 de forma progressiva e regionalizada. A reabertura inclui uma série de serviços e pequenos comércios, bem como atividades, mas deixou as piscinas de fora da ação.

A decisão frustrou os planos da Real Federación Española de Natación que já tinha um plano publicado em seu website com orientações de diretrizes para seus filiados no processo de retorno. A Espanha está sob Estado de Emergência desde 14 de março e até a publicação deste post, são 264.663 pessoas infectadas e 26.621 mortes. O país é o segundo no mundo em número de infectados e quarto em óbitos.

Amanhã, também está prevista a autorização expressa para os nadadores olímpicos do país, e somente eles, a utilizarem o Centro de Alto Rendimento de Saint Cougat, em Barcelona.

Veja abaixo a carta da RFEN solicitando ao Governo Espanhol para revisar as medidas e permitir o retorno para as piscinas mais cedo:

https://rfen.es/es/posts/news/310776?fbclid=IwAR27gUB_71FtVOubq5595SBoruJs5QaeaF6rnj5Al0JTayAwFGsjjzKHNYs

ATUALIZANDO 1:

Falei há poucos minutos com um profissional espanhol e ainda paira a dúvida se o retorno dos olímpicos será ou não autorizado.

ATUALIZANDO 2:

O Blog recebeu uma informação que o treinador de Mireia Belmonte, Fred Vergonoux, confirmou que não acontecerá o retorno dos olímpicos nesta segunda-feira.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *