O jornal português A Bola de hoje, em matéria de Miguel Candeias, aponta a autorização governamental e o anúncio da Federação Portuguesa de natação que abrirá suas piscinas na próxima segunda-feira, dia 11 de maio, para os atletas de alto rendimento. O regresso marca a quebra de dois meses de quarentena da natação portuguesa no país.

 

 

O retorno é para os nadadores dos diferentes clubes e seus atletas de alto rendimento que estarão autorizados para o uso das dependências das Piscinas do Amor, a primeira piscina olímpica coberta do país a receber os Campeonatos Nacionais de natação. O outro centro de alto rendimento de Portugal, Rio Maior, permanece fechado e deve ser reaberto a partir de 18 de maio.

Dos nadadores de alto rendimento do país, apenas dois, Ana Monteiro, e Gabriel Lopes, nunca deixaram de treinar durante todo este período de quarentena. Beneficiados pelas suas cidades, respectivamente Vilacondense e Louzan, ambos puderam usufruir de acesso privilegiado aos locais de treinamento. Desde segunda-feira, outros dois atletas, Tamila Hub e José Lopes também ganharam acesso a piscina de Braga, sob o mesmo argumento.

Com o calendário do primeiro semestre todo comprometido, a mudança do Europeu e da Olimpíada para 2021, os portugueses devem realizar um torneio nacional no segundo semestre para a formação da equipe que estará no Campeonato Mundial de Piscina Curta no final do ano.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *