A agência russa de controle antidoping, RUSADA, realizou ontem uma teleconferência com os principais dirigentes da entidade, federações nacionais de esporte, Comitê Olímpico Russo, além de representantes de comissão de atletas, onde deliberou para a retomada dos controles que estavam paralisados durante a quarentena na Rússia.

O país segue sob intensa quarentena e hoje ocupa a posição de quinto país do mundo em número de casos positivos com um total de 177.160 pessoas infectadas. Com uma mortalidade baixa, 1.625 óbitos, já existem denúncias de subnotificação deliberada na comunicação das mortes.

A Rússia foi um dos últimos países a tomar providências restritivas no combate a Pandemia e hoje possui uma das maiores curvas no número de casos diários.

Com o novo procedimento de controle do vírus, todas as atividades e centros de treinamento foram suspensas. Com isso, a RUSADA também paralisou o seu trabalho de controle anti-doping.

Esta semana, uma reunião governamental estabeleceu que um processo de reabertura do país será feito de forma regionalizada e comandada pelos respectivos governadores locais sob a anuência do Governo Federal. Com esta decisão, a RUSADA decidiu retomar o controle anti-dopagem a partir do dia 10 de maio, neste domingo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *