Quem acompanhou a cobertura do Mundial de Gwangju no SporTV deve lembrar que revelamos as constantes lesões de Chad Le Clos na época. Toda a sua preparação foi comprometida e feita em grande parte em Doha, no Catar, onde Le Clos tinha um belo trabalho de fisioterapia no tratamento de seu problema.

Agora, aproveitando a quarentena, o nadador sul-africano não resistiu e decidiu pela cirurgia. Foram duas intervenções cirúrgicas realizadas na semana passada e, segundo o próprio Le Clos, lhes deixarão mais seis semanas fora dos treinamentos.

Chad Le Clos faz parte do grupo de treinamento do Energy Standard. No início da Pandemia, a equipe treinava na Itália e teve de regressar para a Turquia, base do trabalho no Gloria Sports Complex, em Antalya. Quando a forte quarentena começou na Turquia, Le Clos viajou para a África do Sul onde sofreu a intevenção cirúrgica.

Ano passado, mesmo com fortes dores, mesmo sem ter podido fazer grande parte do treinamento programado, Le Clos conseguiu duas medalhas de bronze no Campeonato Mundial de Gwangju, terceiro colocado nos 100 metros borboleta com 51.16 e nos 200 borboleta com 1:54.15.

O treinador brasileiro Dellano Cezar que acompanhava o trabalho de Le Clos ficou bastante contente com os resultados e principalmente a capacidade de superação do sul-africano.

Visite o site oficial de Chad Le Clos clicando aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *