Faleceu hoje, aos 56 anos de idade, vítima de câncer, o professor Luiz Antonio Stopa, considerado o primeiro grande treinador da natação do Mato Grosso do Sul, profissional que revelou inúmeros campeões brasileiros e abriu caminho para outros tantos bons técnicos na região.

Tive a oportunidade conviver por muitos anos com Stopa, aprendemos junto a trabalhar com análises de lactato, e recentemente estivemos juntos na Clínica do Coach que ministrei em Campo Grande. Stopa atualmente atuava a frente de FUNDESPORTE, secretaria estadual de esporte no Estado do Mato Grosso do Sul, e fizemos planos para grandes eventos no futuro. Ele nunca desistia, estava sempre lutando, e sempre a frente do tempo.

Stopa já sofria com o câncer, mas foi meu cicerone durante os quatro dias que estive em Campo Grande, Fazia um enorme sacrifício para comermos juntos, mais esforço ainda para evitar o sol, proibido que estava por indicação médica. Um guerreiro, mas acima de tudo, um apaixonado. A natação nos uniu e Stopa deixa marcada a sua passagem com muitas glórias e reconhecimentos no Estado.

Este ano, a FEDAMS, Federação de Desportos Aquáticos, já havia anunciado, o Campeonato Estadual, a competição mais importante da natação local levaria o seu nome. Ele já sabia que seria homenageado e até as medalhas estavam desenhadas.

Stopa deixa os filhos José Stopa Neto e Érica Lino Stopa, e um bocado de cavalos, o que vinha sendo o seu maior divertimento.

Amigo Stopa, vai em paz, seus amigos sentirão muito a sua falta por aqui.

 

Imagem final da Clínica do Coach em fevereiro

 

Veja a nota preparada pela FUNDESPORTE:
É com profunda tristeza que a Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) informa o falecimento de Luiz Antonio Stopa, aos 56 anos de idade, ocorrido por volta das 15 horas deste domingo (03.05), no Hospital Cassems, em Campo Grande-MS.

Membro da Diretoria Superior e de Assessoramento da Fundesporte e presidente licenciado (para tratamento médico) do Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região (Cref11-MS), Stopa lutava há mais de um ano contra um câncer no estômago. Com coragem, força, otimismo e sempre com um sorriso no rosto, jamais se deixou abater pela doença.

Stopa era profissional de Educação Física, formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em 1984 e por mais de 40 anos defendeu a categoria, sendo um dos principais incentivadores do esporte no Estado. Foi também professor do curso de Educação Física da faculdade Unigran Capital.

O sorriso constante no rosto era uma das marcas de Stopa.

Conhecido por sua extrema dedicação, especializou como técnico de natação, com ênfase em bases científicas da preparação integral da modalidade, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Arapongas-PR (Facicla), em 1993. Foi homenageado, inclusive, ao receber o nome de uma das etapas do Circuito Estadual de Natação (o tradicional “Circuito Stopa”), organizado Federação de Desportos Aquáticos de Mato Grosso do Sul (Fedams), entidade pela qual também ajudou a promover competições.

Além disso, formou-se em Direito pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp) em 2006. Três anos depois, especializou-se em Direito Público pela mesma instituição. Como advogado, atuou como assessor de defensor público de 2ª instância, na Defensoria Pública Estadual, de 2007 a 2015, sempre comprometido com o trabalho.

Neste momento de dor, toda a equipe de servidores da Fundesporte solidariza-se e manifesta apoio à família e amigos, com os mais sinceros sentimentos. O colega, amigo, pai e profissional Luiz Antonio Stopa deixará muitas saudades e será sempre lembrado por sua importante contribuição à Educação Física, ao esporte e ao Direito sul-mato-grossense.

 

 

Luiz Antonio Stopa será velado nesta segunda-feira a partir das 8:30 no Cemitério Jardim das Palmeiras, na Avenida Tamandaré 6934, no Jardim Seminário. Informamos que terão acesso ao velório 10 pessoas por vez, atendendo a orientação no controle ao Coronavírus, e o sepultamento está marcado para as 10:30.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *