Vários países europeus já retomaram os treinamentos da elite de sua natação, todos com rigorosos modelos de controle e acesso. Lituânia, Hungria, Portugal estão entre eles. Na Holanda, onde ainda vigora a quarentena, a Federação de Natação Nacional (KNZB) autorizou um grupo de atletas a treinar na piscina federal localizada em Zeist, a 40 quilômetros da capital Amsterdã.

A autorização não teve a anuência do Comitê Olímpico Holandês muito menos das autoridades governamentais. Após denúncias, os treinamentos foram impedidos e a Federação recebeu uma chamada forte ao permitir algo que ainda não está autorizado.

No comunicado emitido há dois dias, não se sabe ao certo quais eram os nadadores que estavam no grupo que conseguiu acesso ao treinamento em Zeist. A dupla Ranomi Kromowidjojo e Ferry Weertman, ela a melhor velocista do país, ele o melhor nadador de águas abertas, ambos já classificado para a Olimpíada estão treinando em casa. Até instalaram uma piscina onde nadam amarrados.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *