A Federação Japonesa de Natação queria de todo jeito realizar a Seletiva Nacional Olímpica que estava marcada para a primeira semana de abril. O torneio seria de 1o a 8 de abril no novo Centro Aquático de Tóquio que vai sediar as provas de natação nos Jogos Olímpicos do próximo ano.

Com a Pandemia, primeiro o torneio foi modificado para ser realizado sem público, depois reduzido número de dias, até o completo cancelamento, no dia 25 de março, dois dias depois da transferência da Olimpíada para 2021.

A JSF, Japan Swimming Federation, já havia comprado 17 mil máscaras para serem utilizadas no evento, seja pelo público, ou atletas, arbitragem. Com o cancelamento da competição, a JSF decidiu doar todas para a diretoria do Tokyo Metropolitan Management Headquarters, entidade que monitora a gestão de oito hospitais na capital japonesa.

O Japão completa hoje três semanas de Estado de Emergência e ainda não tem previsão de quando será encerrado. Amanhã começa no país a “Semana Dourada”, maior feriado nacional, que reúne quatro diferentes feriados em quatro dias de festa. Até esta terça-feira, o Japão contabiliza 13.614 casos com 385 mortes. Na cidade de Tóquio, depois de dois dias de baixíssimo nível de infectados, os números voltaram a subir nesta terça-feira.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *