Saiu hoje a lista dos 10 atletas que entram para a história do Hall da Fama do Esporte Olímpico do Brasil e na classe deste ano aparece o nome de Tetsuo Okamoto (in memoriam) junto com Adhemar Ferreira da Silva, Aida dos Santos ambos do atletismo, Aurélio Miguel do judô, Bernard Rajzan do vôlei, Reinaldo Conrad da vela, Sebastian Cuattrin da canoagem, Wlamir Marques do basquete, Nelson Pessoa do hipismo e Zagalo do futebol.

Okamoto é o segundo nadador do Hall da Fama do COB se juntando a Maria Lenk que entrou na classe do ano passado. Novidade na lista deste ano foi o primeiro estrangeiro, o treinador espanhol falecido no ano passado Sebastián Cuattrin que foi o técnico do Brasil na canoagem nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Confira abaixo os principais resultados dos homenageados do Hall da Fama do COB 2020:

Adhemar Ferreira da Silva (atletismo)
– Bicampeão olímpico: Helsinque 1952 e Melbourne 1956
– Cinco vezes recordista mundial no salto triplo
– Tricampeão dos Jogos Pan-americanos: Buenos Aires 1951, Cidade do México 1959 e Chicago 1959
– Porta-bandeira na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Roma 1960

Aída dos Santos (atletismo)
– Única brasileira a competir nos Jogos Olímpicos Tóquio 1964
– 4° lugar no salto em altura em 1964, melhor resultado individual de uma atleta brasileira em Jogos Olímpicos até Pequim 2008
– Duas participações olímpicas: Tóquio 1964 e Cidade do México 1968

Aurélio Miguel (judô)
– Primeiro medalhista de ouro do judô brasileiro em Jogos Olímpicos (Seul 1988)
– Bronze nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996
– Vice-campeão mundial em 1993 e 1997
– Ouro nos Jogos Pan-americanos Indianápolis 1987 e prata em Caracas 1983

Bernard Rajzman (vôlei)
– Prata nos Jogos Olímpicos Los Angeles 1984
– Vice-campeão mundial em 1982
– Quatro vezes medalhista dos Jogos Pan-americanos: ouro em Caracas 1983, prata na Cidade do México 1975, em San Juan 1979 e em Indianápolis 1987
– Criador do saque “Jornada nas Estrelas”

Reinaldo Conrad (vela)
– Bronze nos Jogos Olímpicos Cidade do México 1968 e Montreal 1976
– Cinco participações em Jogos Olímpicos: Roma 1960, Cidade do México 1968, Munique 1972, Montreal 1976 e Moscou 1980
– Tricampeão dos Jogos Pan-americanos: Chicago 1959, São Paulo 1963 e Cidade do México 1975

Sebastián Cuattrin (canoagem velocidade)
– Onze medalhas em Jogos Pan-americanos, entre Mar del Plata 1999 e Rio 2007: um ouro, seis pratas e quatro bronzes
– Quatro participações em Jogos Olímpicos: Barcelona 1992, Atlanta 1996, Sydney 2000 e Atenas 2004

Tetsuo Okamoto (natação)
– Primeiro medalhista olímpico da natação brasileira: bronze nos 1.500m livre em Helsinque 1952
– Ouro nos 400m livre e 1.500m livre, além de uma prata no revezamento 4x200m livre, nos Jogos Pan-americanos Buenos Aires 1951

Wlamir Marques (basquete)
– Bicampeão mundial: Chile 1959 e Brasil 1963
– Duas medalhas de bronze olímpicas: Roma 1960 e Tóquio 1964
– Porta-bandeira na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 1964

Nelson Pessoa (hipismo)
– Cinco participações em Jogos Olímpicos como atleta: 1956, 1964, 1968, 1972 e 1992
– Ouro nos Jogos Pan-americanos Winnipeg 1967 e Mar del Plata 1995, além da prata em Chicago 1995
– Treinador da equipe brasileira nas conquistas das medalhas de bronze em Atlanta 1996 e Sydney 2000

Zagallo (futebol)
– Único profissional a ter participado de quatro dos cinco títulos brasileiros em Copas do Mundo: era jogador em 1958 e 1962; foi técnico em 1970; e coordenador técnico em 1994
– Bronze nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996 (treinador)

Press release divulgado pelo COB:
https://www.cob.org.br/pt/galerias/noticias/hall-da-fama-do-cob-elege-dez-novos-homenageados-em-2020/

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *