Recordista italiana dos 100 metros borboleta, Elena Di Liddo aproveitou a quarentena para concluir o seu doutorado em Farmacologia. Formada desde 2017 em Ciências Motoras, Di Liddo fez uma bela tese de doutorado atingindo uma pontuação de destaque com o tema “Campeões nos negócios. A prática ilegal de doping no mundo da natação”.

Di Liddo é atleta do Circolo Canotiere Aniene e foi destaque da Seleção Italiana no Mundial de Gwangju, no ano passado. Depois de bater o recorde nacional nas elimiantórias (57.18), voltou a bater na semifinal (57.04) e terminou em quarto lugar (57.07).

Ela já tinha sido medalhista pela Seleção Italiana no Mundial de Piscina Curta no 4×100 metros medley em Hangzhou, em 2018, além de outras cinco medalhas em Campeonatos Europeus.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *