Terminou o drama dos 3 nadadores equatorianos e o treinador Juan Fernando Enderica que estavam em isolamento forçado na Bolívia, sem poder retornar a seu país.

Esteban Enderica, David Farinango, David Castro e o técnico viajaram para Bolívia onde fariam um training camp em preparação para o Campeonato Sul-Americano Absoluto, inicialmente marcado para 24 de março na cidade de Cochabamba. Com o cancelamento da competição, imediatamente iniciaram os fechamentos das fronteiras e o início da quarentena obrigatória.

O grupo tinha dinheiro e acomodação até o final de março e preciso contar com apoio adicional do governo até a autorização para que pudessem viajar de volta para o Equador.

Agora, os quatro farão uma quarentena obrigatória até o início de maio em Quito, para somente depois retornarem as suas residências.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *