Há um ano, nesta data, a argentina Julia Sebastian se tornava a primeira nadadora do continente a quebrar a barreira dos 2:25 nos 200 metros peito. O novo recorde sul-americano de Sebastian nos 200 peito foi batido na sua vitória do Troféu Brasil do ano passado com 2:24.92, foi a quarta vez que ela bateu o recorde da prova.

Transferida no início do ano para a equipe do Minas Tênis Clube, Sebastian aplicou um ritmo forte desde o princípio, um tanto distinto de sua estratégia dos anos anteriores. Seus parciais 32.96, 1:09.28 (36.32), 1:46.15 (36.87) e 2:24.92 (38.77). Com o resultado, Sebastian se tornou na primeira nadadora da América do Sul classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Outros registros do 17 de abril na história aquática:

1962 – Nasceu em Iowa, Nancy Hogshead, integrante da Seleção Americana dos Jogos Olímpicos de 1984, vencedora de três medalhas de ouro e uma prata. Atualmente é uma das figuras mais proeminentes do esporte americano tendo sido incluída no International Swimming Hall of Fame em 1994.

1967 – Aniversário de Renato Zesma Ramalho, 53 anos de idade, duas vezes olímpico do Brasil em Seul 1988 e Barcelona 1992, ex-Presidente do Clube Curitibano.

1968 – Aniversário de um dos melhores nadadores do Amazonas, Eduardo Beça Piccinini completando 52 anos de idade. Olímpico em 1992 ficou em 15o nos 200 borboleta e em 18o nos 100 borboleta.

1984 – Nasceu em Bryn Mawr, estado de Pennsylvania, o nadador americano Francis Crippen. Atleta de destaque, primeiro em piscina onde foi duas vezes medalhista dos Jogos Pan Americanos de 2003 em Santo Domingo, depois nas águas abertas. Ao vencer a prova dos 10 quilômetros do Pan de 2007 se tornou no primeiro medalhista de piscina e águas abertas da competição. Em 2009, foi medalhista de bronze nos 10 quilômetros do Mundial de Roma e no ano seguinte faleceu tragicamente na última etapa da Copa do Mundo de Águas Abertas nos Emirados Árabes Unidos. Tinha 26 anos de idade e sua morte determinou uma série de mudanças de regras e protocolos nas águas abertas internacionais.

 

1993 – Nasceu em Santos, Catarina Ganzelli, atleta da ultramaratona da aquática nacional.

2007 – Um dia depois da morte de Maria Lenk, o Presidente da CBDA Coracy Nunes anuncia a mudança do nome da principal competição da natação brasileira de Troféu Brasil para Troféu Maria Lenk. Em 2018, durante a gestão de Miguel Cagnoni o nome Troféu Brasil foi re-estabelecido.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *