A Pandemia afeta o mundo todo e o esporte americano, não ficou de fora. Algumas ações diretas foram tomadas nestes últimos dias para minimizar os efeitos da paralização por completo do esporte profissional no país.

A NBA paralisou toda a sua temporada desde o dia 11 de março quando Rudy Bobert do Utah Jazz testou positivo. Ontem, foi anunciado que todos os executivos da empresa terão 20% de redução de salários durante a crise. São mais de 100 executivos, alguns atuando até fora do país.

Isso vem depois da NHL, a liga profissional de hóquei sobre o gelo fazer a mesma coisa. A temporada do hóquei parou um dia depois da NBA e a redução é de 25% sendo que começa a partir de 1o de abril. Na NBA a decisão foi imediata.

Na NASCAR também houve redução de salários, mas quem ganha mais vai ter redução de 25%, quem ganha menos 20%.

O Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos tentou, sem sucesso, entrar na ajuda trilionária aprovada no Senado Americano e que hoje enfrenta a análise e votação do Congresso. Alegando perdas enormes para os atletas com a mudança de data dos Jogos de Tóquio para o próximo ano, o USOPC solicitou uma ajuda de 200 milhões de dólares.

Este pedido foi destacado no Washington Post (link) e bastante criticado por alguns jornalistas. Aqui Alan Abrahamson do 3wiresports chama o pedido de “insensível” (link).

O pedido de 200 milhões tinha dois destinos:
* 50 milhões de dólares para 2.550 atletas considerados “top olímpicos e paralímpicos” o que daria cerca de 20 mil dólares para cada um.
* 150 milhões de dólares para as federações nacionais olímpicas e paralímpicas, o que daria cerca de 33 mil dólares para cada funcionário.

Esta ajuda para atletas vem exatamente na semana em que os Estados Unidos tem o recorde histórico de 3,3 milhões de pessoas aplicando para o seguro desemprego. No caso das Federações, em estudo do USOPC o cálculo entre todas as federações é de um cancelamento ao redor de 8 mil eventos esportivos até junho numa perda direta de recursos ao redor de 122 milhões de dólares.

O Senado simplesmente ignorou o pedido do USOPC.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *