O calendário de 2020 ainda vai ser revisto, e precisa. E nem pode ser revisto hoje, estamos todos aguardando a minimização dos efeitos da Pandemia Coronavírus até mesmo para uma avaliação global mais adequada. Porém, os próximos anos já podem, e devem, ser avaliados imediatamente.

Isto porque com a mudança da Olimpíada para 2021, o calendário internacional vai ser empilhado de eventos para a próxima temporada. Falo especificamente dos Campeonatos Mundiais de Atletismo e Natação, os dois grandes eventos que, inclusive, estão marcados para o mesmo período da projeção dos Jogos no próximo ano.

O Mundial de Natação está marcado para Fukuoka, no Japão, de 16 de julho a 1o de agosto de 2021. O Mundial de Atletismo vem na sequência, será em Eugene, nos Estados Unidos, 6 a 15 de agosto.

Ficaria impossível e nada atrativo a realização destes eventos nas datas já anunciadas. Mudar estes dois Mundiais para 2022 só empurra o problema para a frente. Assim, o mais indicado, e sensato, seria simplesmente mudar os anos de disputa. Nos Mundiais de Natação já temos quatro sedes definidas até 2027, nos Mundiais de Atletismo, são duas.

Ou seja, isso é o que temos e a sugestão do que ficaria mais adequado:

Mundiais de Natação
2021 em Fukuoka passa para 2023
2023 em Doha passa para 2023
2025 em Kazan passa para 2027
2027 em Budapeste passa para 2029

Mundiais de Atletismo
2021 em Eugente passa para 2023
2023 em Budapeste passa para 2025

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *