Quem disse (ou vazou) foi o mais antigo membro do Comitê Olímpico Internacional, o canadense Dick Pound. Aos 78 anos de idade, Pound é um dos mais ativos membros do COI e foi ele que no mês passado havia dito que a Olimpíada corria risco e até maio a entidade iria decidir pelo cancelamento ou mudança de data. Foi zombado, foi criticado. Era sua opinião, e não da entidade.

Hoje, Pound deu uma entrevista ao USA Today e declarou que os Jogos serão em 2021.

Pound tem razão, os Jogos já estão transferidos e serão em 2021. Mas qual o motivo do COI ou do Comitê Tokyo2020 e até mesmo o Primeiro Ministro Shinzo Abe não confirmar esta decisão?

Contrato!

Jogos Olímpicos é o maior evento esportivo do mundo. Bilhões envolvidos, patrocinadores, 206 comitês olímpicos nacionais, 33 federações internacionais de esporte e os maiores conglomerados de mídia do mundo. Tudo isso está envolvido em grandes quantias, especialmente nas companhias de seguro.

Uma das cláusulas do contrato entre o COI e a cidade de Tóquio, mais precisamente a “66 alínea B ii” determina que as mudanças precisam ser feitas não antes dos 120 dias prévios ao começo dos Jogos Olímpicos.

Marcados para começar no dia 24 de julho, em Tóquio, estamos a 122 dias do início da competição. Ou seja, na quinta-feira, quando entrarmos no dia #119 teremos o anúncio oficial.

Para quem quiser acessar ao documento de contrato do COI com a cidade de Tóquio clicar aqui.

Para quem quiser acompanhar o relógio da contagem regressiva e ver o 120 virar 119 clicar aqui.

#tokyo2021

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *