John Coates, o empresário e advogado australiano, é o mais importante membro do COI, Presidente do Comitê Olímpico Australiano, Presidente do Tribunal da Corte Suprema CAS/TAS, Presidente da Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Politicamente, é o mais forte adversário do Presidente do COI, Thomas Bach.

Pois Coates reuniu a Diretoria Executiva do Comitê Olímpico da Austrália nesta manhã de segunda-feira e, por unanimidade, aprovaram a medida de não enviar atletas nem aos Jogos Olímpicos nem aos Paralímpicos este ano em Tóquio. Antes da divulgação da medida, a decisão foi repassada para a Comissão de Atletas da Austrália.

Desde o fim de semana a participação da Austrália já estava em questão, já que o Primeiro Ministro Australiano Scott Morrison determinou uma restrição de viagens aéreas de entrada e saída do país por “pelo menos seis meses” e foi expresso que não haveria exceção para os atletas.

A Austrália se soma ao Canadá, que desde ontem oficializou a não ida aos Jogos caso sejam disputados na data prevista, mas a decisão australiana tem um peso ainda maior. Não pela contagem de medalhas*, mas pelo peso político, e principalmente por John Coates.

Dia terminou ruim para Thomas Bach ontem, começou pior hoje.

 

* Austrália no Rio 2016 29 medalhas, 8 ouros, 11 pratas, 10 bronzes em 10o lugar, Canadá no Rio 2016 20o lugar com 22 medalhas, 4 ouros, 3 pratas, 15 bronzes.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *