Blooberg e Japan Times fizeram um artigo no meio da semana onde indica o maior medo do Japão com a ameaça de não poder realizar os Jogos Olímpicos começando em julho deste ano. A mudança de data ou até o falado cancelamento pode (e deve) ser desastroso na economia do país.

Japão é a terceira economia do mundo, mas já no ano passado sofreu uma redução de 7,1% nos último trimestre do ano. A expectativa era que este ano, com os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, uma presença de 40 milhões de turistas durante o ano.

A possibilidade da mudança de data já gerou previsões negativas de PIB e redução na ordem de 0,5 a 1,5%. O impacto de Tóquio 2020 ainda fica incrementado com a crise do Coronavírus, esta afetando a economia global por completo.

Na matéria onde foram escutados vários empresários japoneses, a indicação de que a crise que estamos enfrentando será sentida em todo o mundo, mas no Japão, o impacto será automático.

Entre os impactos imediatos, um dos mencionados durante a semana foi a possibilidade de mudança da Olimpíada para a mesma data, sendo que em 2021. A Vila dos Atletas que irá comportar até 11 mil pessoas já está toda vendida e deveria ser entregue no final deste ano.

O custo total dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 está orçado em 1,35 trilhões de yenes, algo em torno de 12,35 bilhões de dólares. Este custo não inclui a mudança das provas da maratona e marcha atlética que serão realizadas em Sapporo por decisão do Comitê Olímpico Internacional.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *