Foi um dia carregado, com notas oficiais (USA Swimming, Swimming Canada) pedindo o adiamento, outras recusando (USOPC). As redes sociais se encheram de mensagens, #s, imagens, muitas curtidas, compartilhadas e comentários. Desde o início da crise do Coronavírus, nenhum dia foi tão intenso na discussão da realização ou adiamento dos Jogos Olímpicos.

Para terminar o dia, os dois treinadores das maiores lendas olímpicas da história se manifestaram. Ambos querem o adiamento dos Jogos por um ano.

 

Usain Bolt e Glen Mills

Glen Mills, ainda ocupa o cargo de treinador da equipe de velocistas da Jamaica. Desde quarta-feira, por decisão do Ministério da Saúde da Jamaica, Mills está impedido de trabalhar no Racers Track Club em Kingston. Seus atletas estão em casa, recebendo virtualmente os treinamentos para serem feitos em suas residências.

Preocupado com a saúde, não só de seus atletas, mas de toda população, Mills comentou a Reuters “a hora é de nos proteger”.

 

Michael Phelps e Bob Bowman

Bob Bowman foi o primeiro e único técnico de Michael Phelps em toda a sua carreira. Atualmente, trabalha com um grupo pequeno de atletas se preparando para o USA Olympic Trials. A grande maioria de seus nadadores universitários da Arizona State foram mandados para casa.

Em entrevista ao jornal USA Today, Bowman disse que não faz sentido expor a vida dos atletas e suas famílias neste período tão difícil. Transferir os Jogos para 2021 daria a Olimpíada “um ambiente bem mais seguro” completou o treinador.

Se os dois pensam assim, quem sou eu para dizer algo em contrário. #tokyo2021

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *