O próprio Primeiro Ministro japonês Shinzo Abe que garantiu o país preparado para receber os Jogos Olímpicos no dia 24 de julho quem determinou uma série de medidas bastante rígidas de entrada no país. O bloqueio de determinadas nações e a imposição de quarentena vai inviabilizar as competições classificatórias marcadas para o Japão nos próximos meses.

No anúncio de Abe ficou determinado que:
* Todos os estrangeiros oriúndos da Europa, Irã e Egito serão obrigados a 14 dias de quarentena, medida que atinge a 38 países. Todos os vistos destes estrangeiros serão invalidados a partir deste sábado até o final de abril.
* Também a partir de sábado,estrangeiros oriúndos da Espanha, Itália, Suiça e Islândia serão impedidos de entrar no país.

Isso atinge em cheio as três seletivas aquáticas marcadas para o Japão nos próximos meses.
21 a 26 de abril, Copa FINA de Saltos Ornamentais, em Tóquio
30 de abril a 6 de maio, Seletiva Olímpica do Nado Artístico, em Tóquio
30 e 31 de maio, Seletiva Olímpica das Águas Abertas, em Fukuoka

Mais um problema para a FINA, que segundo a nota do COI, deu total apoio para a realização dos Jogos Olímpicos em Tóquio na data marcada.

Só não vê quem não quer. A Olimpíada a cada dia vai se tornando insustentável.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *