O Blog do Coach volta para dentro da Best Swimming. Estivemos fora daqui, foram 10 anos de uma exposição numa plataforma maior e que consolidou o nosso trabalho ganhando audiência e exposição. Estamos de volta a Best Swimming e vale a pena contar um pouco de nossa história.

Era o ano de 2006, junto com o webmaster da Best Swimming, Julian Romero, buscávamos novas alternativas para promover e incrementar a interatividade no site. Os Blogs nasceram no final dos anos 90. Eram relatos diários inicialmente individuais que traziam informação rápida sempre carregadas de opinião.

O Blog do Coach nasceu assim. Alguns furos, muita informação, muita opinião e também um pouco de entretenimento. Quem não lembra das “exclusivas do Blog”, numa forma divertida de trazer a informação sem perder a credibilidade.

Aliás, credibilidade é algo que se conquista com trabalho. Durante seus 14 anos de vida, 11 anos dentro do Globoesporte.com, o Blog se orgulho de ter trazido um monte de informação se transformando num dos mais expressivos espaços dentro da promoção do esporte olímpico nacional.

Durante todo este tempo, o Blog conviveu com o aparecimento de outros espaços, sempre aqui mencionados e comemorados. Nunca identificamos outros blogs como concorrentes, e sim parceiros na promoção do nosso esporte. Também vimos o aparecimento das redes sociais que dividiram a atenção dos blogs, incrementaram o tráfego e principalmente as citações e menções.

Por incrível que pareça, não existe uma estatística precisa de quantos blogs existem no mundo. Nem no esporte, nem na natação. A única coisa que a gente pode garantir é que Blog do Coach só tem um, e aqui ele está de volta, para a alegria de quem nos lê e para o prazer de quem vos escreve.

Bem-vindo de volta seu lindo!

1 responder
  1. Marcelo
    Marcelo says:

    Que alegria ver o Blog do Coach de volta por aqui.
    Vida longa e próspera a este canal tão fod@!
    Coach, muito obrigado por toda informação que transmite pra nós. \o/

    Responder

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *