Não há como negar, tamanho é documento, não só na natação, mas como em diversos esportes. Alguns como basquete, vôlei e handebol valorizando os mais altos, como a ginástica e hipismo, os mais baixos. Na natação, o tamanho é sim determinante e inúmeros estudos comprovam a vantagem dos atletas com maior envergadura, capazes de realizar menos braçadas no percurso a ser percorrido.

Um levantamento feito por Rafael Quintero na Espanha avaliou a altura média de todos os nadadores finalistas olímpicos dos Jogos de Londres em 2012. Interessante conclusões apontam no levantamento:

* Altura média de todos finalistas em provas individuais masculinas 1,88m
* Altura máxima de finalista 2,02m
* Altura mínima de finalista 1,70m

Olhando especificamente por provas:
* Altura média mais alta dos finalistas 100 metros nado livre 1,95m
* Altura média mais baixa dos finalistas 400 metros medley 1,85m

Analisando a altura média dos medalhistas, a média é ainda mais alta:
* Altura média dos medalhistas olímpicos 1,90m
* Altura máxima de medalhista 2,02m
* Altura mínima de medalhista 1,77m

Os medalhistas de ouro também são mais altos que os demais:
* Altura média dos medalhistas de ouro 1,93m
* Altura média dos medalhistas de prata 1,89m
* Altura média dos medalhistas de bronze 1,86m

Nadadores medalhistas abaixo do 1,80 nos Jogos de Londres 2012:
Ryosuke Irie do Japão bronze nos 100 costas e prata nos 200 costas 1,78m
Kosuke Hagino do Japão bronze nos 400 medley 1,77m

Nadadores medalhistas acima dos 2 metros nos Jogos de Londres 2012:
Yannick Agnel da França campeã dos 200 livre 2,02m
Matt Greevers dos Estados Unidos campeão dos 100 costas 2,01m

Estes quatro nadadores fogem a média dos demais 26 medalhistas que estiveram entre 1,82 a 1,99.

 

Imagem do pódio dos 100 metros costas dos Jogos Olímpicos de Londres com um dos mais altos  (Greevers) e um dos mais baixos medalhistas (Irie)

Pódio dos 100 costas em Londres 2012: Greevers ouro e Irie bronze

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *