RETROSPECTIVA 2019 

JANEIRO 

* Faleceu James Jim Martin Wood, 68 anos, ex-Presidente da USA Swimming. 

* Primeira aposentadoria internacional do ano, Rikke Moeller Pedersen, 30 anos, nadadora da Dinamarca, recordista mundial dos 200 metros peito anuncia o fim de sua carreira. 

* FINA divulga nova interpretação para as suas regras e agora permite atletas participarem de eventos não reconhecidos e não oficiais sem qualquer forma de punição. Detalhe que para os resultados serem considerados, tanto para ranking mundial como recordes mundiais, somente se as competições seguirem os processos regulamentados. 

Rikke Moller (Moeller) PEDERSEN of Denmark poses with her Bronze medal after finishing third in the women’s 200m Breaststroke Final during the 12th Fina World Short Course Swimming Championships held at the Hamad Aquatic Centre in Doha, Qatar, Sunday, Dec. 7, 2014. (Photo by Patrick B. Kraemer / MAGICPBK)

 

FEVEREIRO
* Jazz Carlin, a melhor nadadora da história do País de Gales, duas vezes medalhista de prata nos 400 e 800 metros nado livre no Rio 2016, anuncia a sua aposentadoria aos 28 anos de idade. 

* Faleceu aos 74 anos de idade, Bob Duenkel, um dos maiores pesquisadores e incentivadores da natação mundial. Duenkel era muito ativo e respeitado pelo trabalho realizado no International Swimming Hall of Fame. 

* Em uma prova da Federação Baiana de Desportos Aquáticos, o nadador masters Walter Stamford Jr. de 51 anos de idade faleceu após um mau súbito durante a disputa. 

 

MARÇO

* “Não tenha medo do passado e do futuro! Dizendo adeus para a piscina e as águas azuis para iniciar uma nova vida”, foi assim que Zetao Ning, no dia em que completou 26 anos de idade anunciou a sua aposentadoria da natação. Campeão mundial dos 100 metros nado livre em 2015, Ning vinha tendo problemas com a Federação Chinesa de Natação há anos. 

* Faleceu aos 57 anos de idade a nadadora alemã oriental Andrea Pollack, campeã olímpica dos 200 metros borboleta nos Jogos de Montreal em 1976.

* Para ajustar o estatuto da entidade seguindo orientação da Lei Pelé, a Assembleia da CBDA aprova a nova composição do colégio eleitoral da entidade. A partir de agora, passamos a ter 27 federações mais os 5 clubes campeões de cada modalidade e 14 atletas sendo 6 da natação e 2 de cada uma das outras modalidades. 

* Faleceu aos 26 anos de idade o nadador de Hong Kong Kenneth To. 

* Sul-Americano de Praia em Rosário, na Argentina, Brasil é prata no revezamento misto e bronze com Aricia Peree na prova dos 10 quilômetros. 

* Duas contratações internacionais. O americano Ryan Held assina com a Arena  e a australiana Tessa Wallaced assina com a Funkita. 

* Na Travessia da Ilha do Campeche, faleceu o nadador masters José Luiz Timmers, de 57 anos de idade. 

 

ABRIL 

* Aos 24 anos de idade, e após um mau campeonato australiano, se aposenta Brittany Elmslie. Foram 15 medalhas internacionais sendo cinco em Olimpíadas, todas nos revezamentos 4×100 livre, 4×200 livre e 4×100 medley. 

* AABB de Recife vence o Troféu Alexandre Pussieldi, Nordestinho Mirim e Petiz em Aracaju com 2.410,5 pontos. 

* No Sul-Americano Juvenil, em Iquique, no Chile, Enzo Kihara vence a única medalha do Brasil na prova de águas abertas vencendo os 10 quilômetros. 

* Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho são os campeões da prova de águas abertas do Troféu Brasil em Copacabana, no Rio de Janeiro. 

* Brasil domina o Campeonato Sul-Americano Juvenil em Santiago, no Chile, terminando com 99 medalhas, sendo 46 de ouro, 33 de prata e 20 de bronze. Um total de 24 recordes de campeonato batidos na competição, 17 pelo Brasil. Giovanna Medeiros, Stephan Steverink, Sofia Rondel e Gustavo Saldo foram os quatro melhores índices técnicos do torneio. 

* Pinheiros vence o Troféu Brasil no Rio de Janeiro passando a frente na contagem de pontos somente na última etapa. No final, Pinheiros penta campeão. Batidos 21 recordes sendo 5 sul-americanos, 4 recordes brasileiros, 3 recordes brasileiros de categoria e 9 recordes de campeonato. 

* ASBAC Aquanaii vence o Centro-Oeste Infantil a Senior em Brasília somando 1.336 pontos. 

* Torneio Nordeste de Infantil a Senior, Troféu Sérgio Silva, em Maceió, vitória com facilidade para a AABB de Recife somando 3.209 pontos. 

* No Torneio do Norte, Troféu Leônidas Marques, em Manaus, conquista inédita para o Instituto Pedro Nicolas colocando pouco mais de 100 pontos de vantagem sobre o La Salle. 

* Complexo do International Swimming Hall of Fame em Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos, é fechado para reforma. Previsão é de entrega ainda em 2020.

Trofeu Maria Lenk de Natacao. Parque Aquatica Maria Lenk. 21 de abril de 2019, Rio de Janeiro, RJ Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA.

 

MAIO 

* Simon Cusack foi eleito pela Associação dos Treinadores de Natação da Austrália como o Treinador do Ano pela terceira vez em sua carreira. Cusack se destacou pelo trabalho com Cate Campbell. 

* A lituana Ruta Meilutyte de apenas 22 anos de idade anuncia sua aposentadoria. A nadadora estava afastada dos treinamentos desde dezembro em sinais de depressão. Em postagem nas suas redes sociais, Meilutyte agradeceu a todos e diz que estava preparada para uma nova fase de sua vida. 

* Clube Curitibano leva o Sul-Brasileiro Open na Palhoça. Clube conquistou 31 medalhas no aberto com 12 ouros. Estreia de Cesar Cielo pela equipe do Nadar Itajaí Marcílio Dias integrando os revezamentos campeão do 4×50 livre e 4×50 medley. 

* CBDE organiza junto da ISF o 13o Campeonato Mundial Escolar de Natação na piscina do Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Presença de 300 nadadores de 17 países. Brasil campeão por seleções no masculino e feminino, Colégio Amorim ficou em terceiro no feminino e Centro Educacional Santa Mônica ficou em quinto lugar no masculino. 

* Minas Tênis Clube quebra jejum de 12 anos e volta a ser campeão do Troféu Ruben Dinard, Campeonato Brasileiro Infantil de Inverno. Com vantagem de mais de 200 pontos deixou o Pinheiros em segundo lugar. Oito novos recordes de campeonato quebrados com João Pierre Campos do Fluminense autor de metade deles. 

* Nicholas Santos bate o recorde Sul-Americano e das Américas nos 50 metros borboleta com 22.60 na Copa dos Campeões em Budapeste. 

 

JUNHO 

* Marcelo Chierighini é anunciado no time da Arena Internacional. 

* Clube Curitibano vence o Campeonato Brasileiro Juvenil de Inverno pela primeira vez somando 2.117,5 pontos, 549 pontos de vantagem sobre o Minas Tênis Clube, dono da casa. Competição com 17 recordes de campeonato e um recorde brasileiro de categoria por Stephan Steverink da AABB de São Paulo com 2:19.09 nos 200 metros peito Juvenil I masculino. 

* Vencendo três das quatro categorias, mais o geral, Curitibano campeão do Sul-Brasileiro Infanto-Juvenil na Palhoça. 

* Recordes sul-americanos para Felipe Lima e Jhennifer Conceição nos 50 metros peito no Mare Nostrum de Monaco. 

* Florent Manaudou volta a nadar, mas quem ganha a prova do Sette Colli nos 50 livre é Bruno Fratus com 21.42 contra 21.71 do francês. 

* Comitê Olímpico dos Estados Unidos muda seu nome e passa a se chamar USOPC, Comitê Olímpico e Paralímpico dos  Estados Unidos. 

* Delfina Pignatiello bate o recorde sul-americano dos 800 livre com 8:24.33 no Mare Nostrum de Canet e nos 1500 livre com 15:51.68 no Mare Nostrum de Barcelona. 

* Pelo segundo ano consecutivo Guilherme Caribé vence os 50 metros nado livre na Copa Pacífico e na final na Copa Julio Maglione em Lima, no Perú. 

* Depois de 10 anos, Minas Tênis Clube campeão do Troféu Tancredo Neves, Campeonato Brasileiro Júnior de Inverno em Colombo, no Paraná. Competição teve 15 recordes de campeonato. 

* Brasil volta do Giro pela Europa com 44 medalhas conquistadas nas três etapas do Mare Nostrum, mais Aberto da França e Sette Colli na Itália. No total, 18 ouros, 13 pratas e 13 bronzes. Breno Correia foi o maior medalhista, cinco medalhas, quatro outros e um bronze. 

* No retorno ao Brasil, anunciado o teste positivo de Gabriel Santos em exame surpresa feito em maio. 

* Americana Katie Meili, medalhista olímpica no Rio 2016, anuncia aposentadoria. 

* Jhennifer Conceição bate o recorde sul-americano dos 100 metros peito no Sette Colli na Itália com 1:07.64. 

* Francês Amaury Leveaux, depois de seis anos, volta a competir, aos 32 anos de idade e em busca de fazer parte do time para Tóquio 2020. 

 

JULHO 

* Brasil ganha quatro medalhas na natação das Universíades em Nápoles, na Itália, um ouro, uma prata e dois bronzes. Jhennifer Conceição vence os 50 metros peito. 

* FINA anuncia Campeonatos Mundiais dos Esportes Aquáticos de 2025 para Kazan, na Rússia e Budapeste, na Hungria em 2027. 

* Americana Ella Eastin assina com o time da Arena. 

* Com o doping do nadador Gabriel Santos, COB e CBDA anunciam Leonardo de Deus como substituto para a equipe dos Jogos Pan Americanos de Lima. 

* Fernanda Celidônio deixa a ASBAC Aquanaii e passa a fazer parte da equipe do Minas Tênis Clube. 

* Amazonas é campeão Norte-Nordeste de Seleções em Belém, Troféu Milton Medeiros, conquista depois de cinco anos. 

* Na véspera do início do Campeonato Mundial em Gwangju, a FINA realiza o Painel de Doping de Gabriel Santos suspendendo o nadador por um ano por negligência no caso do teste de doping positivo. 

* No Mundial de Gwangju, quebra de 10 recordes mundiais, um deles, os 200 metros peito quebrado duas vezes, Matthew Wilson da Austrália na semifinal e Anton Chupkov da Rússia na final. 

* Estados Unidos vence o Mundial de Gwangju, 27 medalhas sendo 14 de ouro. Caeleb Dressel venceu ganhou oito medalhas de ouro em oito provas disputadas. Simone Manuel se torna na primeira mulher da história a ganhar sete medalhas num mesmo Mundial. 

* Felipe Lima e João Luiz Gomes Jr. fazem história se tornando nos dois primeiros nadadores do Brasil a subir ao pódio juntos num Campeonato Mundial de Piscina Longa. Lima foi prata e Gomes Jr. bronze nos 50 metros peito. 

* Brasil retorna com cinco medalhas do Mundial de Gwangju, três pratas e dois bronzes. 

* Ana Marcela Cunha garante vaga olímpica na prova dos 10 quilômetros no Mundial de Gwangju ao terminar em quinto lugar na prova. Dias depois, ela vence as provas de 5 e 25 quilômetros. 

* Alemanha termina como campeão das águas abertas no Mundial de Gwangju, cinco medalhas sendo duas de ouro. 

* Polêmica no Mundial de Gwangju, primeiro o australiano Mack Horton nos 400 livre, depois o britânico Duncan Scott nos 200 livre se negando a subir ao pódio para a tradicional foto com o campeão da prova, o chinês Sun Yang. FINA adverte os nadadores e ameaça suspensão. 

* Shayna Jack é anunciada como teste positivo na Seleção da Austrália após a disputa do Campeonato Mundial de Gwangju. A nadadora testou positivo para esteroide anabólica e foi cortada as vésperas da competição sem o real motivo ser anunciado. 

* Danna Volmer anuncia a aposentadoria aos 31 anos de idade. Dona de sete medalhas olímpicas e três participações em Jogos Olímpicos. 

Joao Gomes, Felipe Lima. 50m peito. Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos. 24 de Julho de 2019, Gwangju, Coreia do Sul. Foto: Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br

AGOSTO 

* Cinco dias antes do início da natação dos Jogos Pan Americanos em Lima, o peruano Mauricio Fiol volta a testar positivo para Estanozolol. 

* Estados Unidos vence a natação dos Jogos Pan Americanos com 45 medalhas sendo 21 de ouro. O Brasil fica em segundo com 32 medalhas, sendo 11 de ouro, 9 de prata e 12 de bronze. 

* Poliana Okimoto ganha reconhecimento na Calçada da Fama no Corinthians. 

* Campeão olímpico dos 100 metros nado livre Kyle Chalmers faz a terceira operação no coração em três anos. 

* Faleceu aos 72 anos de idade, Rubem Márcio Dinard de Araújo, árbitro internacional FINA e ex-presidente da CBDA. 

* Brasil é ouro e bronze na prova dos 10 quilômetros de águas abertas dos Jogos Pan Americanos de Lima respectivamente com Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut. 

* Larissa Oliveira se torna na maior medalhista do Brasil em uma edição de Jogos Pan Americanos conquistando sete medalhas em Lima, um ouro, duas pratas e quatro bronzes. 

* Etiene Medeiros, primeira e única campeã panamericana da natação brasileira (Toronto 2015), volta a vencer, agora leva os 50 metros nado livre. 

* Viviane Jungblut se tornou na primeira nadadora da história dos Jogos Pan Americanos a ganhar medalhas nas águas abertas e piscina na mesma edição. 

* Leonardo de Deus se torna no primeiro tri campeão pan americano da prova dos 200 metros borboleta. 

* Recorde sul-americano dos 200 metros costas para Fernanda de Goeij no Pan de Lima com 2:11.95. 

* Recorde sul-americano para a argentina Julia Sebastian nos 100 metros peito com 1:06.98 no Pan de Lima. 

* Comitê de Ética do COB emite advertência pública a CBDA. Recomenda novas eleições. 

* Ryan Loche volta a ser campeão americano, vence os 200 metros medley com 1:57.76. 

* Murilo Sartori é medalha de bronze nos 200 metros nado livre do Campeonato Mundial Júnior marcando 1:47.39, única medalha do Brasil. 

* Brasil vence a natação dos Jogos Parapanamericanos em Lima, no Perú, em performance histórica com 127 medalhas, sendo 53 de ouro, 45 de prata e 29 de bornze. 

* Faleceu Michel Rogério Karfunkelstein, vítima de um câncer, ex-dirigente da natação carioca e pai do treinador Rogério Karfunkelstein. 

10.08.2019 – Jogos Panamericanos Lima 2019 – Lima (PER) – VIDENA – Natação – .na foto: Natação celebra 30 medalhas nos jogos Pan-americanos de Lima 2019.Foto: ©Wander Roberto/COB

 

SETEMBRO 

* Depois de quatro anos, Minas Tênis Clube campeão do Troféu José Finkel em Curitiba. Competição esvaziada e apenas quatro recordes de campeonato batidos. 

* Clube Curitibano reúne e homenageia sua equipe que participou do Troféu José Finkel de 1989, “a competição que não acabou” fazendo um reconhecimento no pódio para os atletas daquela equipe. 

* Cidade de Salvador inaugura a piscina olímpica do Rio 2016 com o Troféu Walter Figueiredo e Silva, uma bela competição. AABB de Recife leva o título com facilidade. 

* Itália vence pela primeira vez o Campeonato Mundial de Natação Paralímpica. Competição foi em Londres, na Grã-Bretanha, com os italianos somando 50 medalhas, 20 de ouro, 18 de prata e 12 de bronze. Brasil terminou em 11o lugar com 17 medalhas, 5 de ouro, 6 de prata e 6 de bronze. 

* Mark Spitz assina contrato de patrocínio com a Arena, sua patrocinadora logo após a sua aposentadoria em 1972. 

* Assembleia Geral Extraordinária da CBDA depõe por unanimidade o Presidente da entidade Miguel Cagnoni. O vice Luiz Fernando Coelho é apontado como novo mandatário da CBDA. 

* Comissão de Esportes da Câmara Federal aprova a data de 2 de agosto como o Dia da Natação Brasileira. 

* Allan do Carmo deixa a parceria com o técnico Rogério Arapiraca. Vai tentar a vaga olímpica treinando com Fernando Possenti no Rio de Janeiro. 

* Patricia Silva, atleta da Seleção Brasileira Paralímpica, testou positivo em teste surpresa as vésperas dos Jogos Parapan Americanos. 

* Minas Tênis Clube vence a disputa da edição inaugural da Copa CBC de Natação em Porto Alegre. Três novos recordes brasileiros de categoria quebrados. 

* Ana Marcela Cunha termina o Circuito Mundial FINA Marathon Swim Series com o vice campeonato. Vitória para a italiana Rachelle Bruni, seu terceiro título mundial. 

* Shane Tusup, ex-marido e treinador de Katinka Hosszu, volta a trabalhar como técnico. Anuncia o seu retorno agora como treinador da italiana Ilaria Cusinato. Relação dura pouco, mas Tusup fica no esporte com outro grupo de nadadores. 

* Torneio Centro-Oeste de Clubes, de Infantil a Senior, em Campo Grande, vitória da Uni-Evangélica em competição disputadíssima sobre o Rádio Clube. 

11.09.2019 – Mundial de Paranatação de Londres 2019 – Carol Santiago- Foto: Ale Cabral/CPB

 

OUTUBRO 

* Ana Marcela Cunha vence a prova dos 5 quilômetros de águas abertas nos Jogos Mundiais de Praia em Doha, no Catar. 

* São Paulo campeão 26o título, 19o consecutivo do Troféu Chico Piscina em Mococa. Das 18 seleções presentes a competição, todas chegaram a pelo menos uma final e 15 delas ganharam pelo menos uma medalha e 11 pelo menos uma medalha de ouro. 

* Natação do Ceará perde o treinador Ricardo Torres, técnico durante 25 anos da equipe do BNB Clube. 

* Lançada a ISL, International Swimming League, competição reunindo oito clubes profissionais organizada por um empresário ucraniano na disputa de seis competições eliminatórias num verdadeiro show e novas perspectivas para a natação profissional. Presença de doze nadadores brasileiros. 

* Chega as livrarias a edição do Guiness Book e traz Ana Marcela como a maior vencedora da história de etapas da Copa do Mundo de Águas Abertas. 

* Recorde sul-americano dos 50 metros costas em piscina curta para Guilherme Guido na ISL de Budapeste com 22.55. 

* Aricia Peree e Thiago Oliveira vencem a Copa CBC de Águas Abertas em Salvador. 

* Fernanda Celidônio entra para a história como a quinta nadadora a ganhar o Troféu Chico Piscina por quatro anos consecutivos e a primeira mulher a ganhar em duas provas, 100 costas e 200 medley. 

* Brasil termina em terceiro a natação dos Jogos Mundiais Militares, em Wuhan, na China. Foram 19 medalhas, 4 de ouro, 9 de prata e 6 de bronze. 

* Na disputa da etapa de Budapeste da ISL, a australiana Minna Atherton quebra o recorde mundial dos 100 metros costas em piscina curta com 54.89. 

* No Mundial Militar, estreia das águas abertas, Ana Marcela Cunha é ouro nos 10 quilômetros, bronze nos 5 quilômetros, Allan do Carmo bronze nos 10 quilômetros e o revezamenot misto fica com a prata. 

* Katinka Hosszu chega a 300 vitórias na Copa do Mundo, a maior vencedora da história da competição. 

* Justiça determina a primeira condenação para os dirigentes da antiga gestão da CBDA. Coaracy Nunes, Ricardo de Moura e Sérgio Alvarenga são condenados em primeira instância. 

* Brandonn Almeida deixa o Corinthians e passa a treinar com Carlos Henrique Matheus. A partir de janeiro passa a defender a equipe do SESI SP. 

* Nos Estados Unidos, o NCAA anuncia que irá permitir a profissionalização dos atletas estudantes em processo progressivo que deverá estar concluído até 2022. 

* Treinador brasileiro Arthur Albiero renova com a Universidade de Louisville passando a ser um dos mais bem pagos técnicos de natação do mundo. 

* Brent Hayden do Canadá volta a nadar depois de sete anos de aposentadoria. Medalhista olímpico e mundial vai tentar a vaga para Tóquio 2020 aos 36 anos de idade. 

* Nadador americano Conor Dwyer é suspenso por doping e ao mesmo tempo anuncia a sua aposentadoria. 

 

NOVEMBRO

* Seguindo sua sequência de títulos e quebra de jejum, Minas Tênis Clube campeão do Campeonato Brasileiro Júnior de Verão, Troféu Julio de Lamare, na piscina do Flamengo, no Rio de Janeiro. Melhor resultado da competição foi o recorde brasileiro de categoria para Murilo Sartori nos 400 metros nado livre Júnior I masculino com 3:49.77. 

* Thiago Silva do Fluminense bate o recorde de campeonato dos 800 metros nado livre Júnior I que pertencia a Luiz Lima desde 1993. Detalhe que o nadador é treinado por Luiz Raphael, o mesmo técnico de Lima há 26 anos. 

* Florent Manaudou assina contrato de patrocínio com a Arena. 

* Nadadora americana Regan Smith entra na lista Next 100 da revista Time como um dos destaques da nova geração mundial. 

* Na cerimônia de premiação da British Swimming Awards, Melanie Marshall foi eleita a treinadora do ano e seu pupilo, Adam Peaty, atleta do ano pela terceira vez. 

* Sarah Kohler bate o recorde mundial dos 1500 metros nado livre em piscina curta com 15:18.01 na disputa do Campeonato Alemão de Piscina Curta em Berlim. 

* Na África do Sul, SA Sports Awards premiou Tatjana Schoenmaker como a melhor atleta do ano no país. Schoenmaker foi medalha de prata nos 200 metros peito no Campeonato Mundial de Gwangju. 

* Etapa de Doha, no Catar, fecha a temporada consagrando Cate Campbell da Austrália e o russo Vladimir Morozov respectivamente como Rainha e Rei da Copa do Mundo 2019. 

* Ariarne Titmus indicada como Nadadora do Ano na Austrália pela Swimming Australia. Outros vencedores: Seu treinador Dean Boxall, técnico do ano, Kareena Lee, nadadora de águas abertas do ano, seu treinador John Roders, t®écnico do ano, Lakeisha Patterson e Tiffany Thomas Kane nadadores paraolímpicos do ano, Matthew Temple, revelação do ano. 

* Minas Tênis Clube bi campeão do Brasileiro Infantil de Verão, Troféu Maurício Bekenn em Porto Alegre. Quebrados 12 recordes na competição, quatro recordes brasileiros de categoria e 8 de campeonato. 

* Bruno Fratus deixa de ser orientado pelo técnico australiano Brett Hawke. Treinamento fica a cargo da esposa Michelle Lenhardt. 

* Caroline Vogt é indicada pela segunda vez consecutiva como Head Coach da Seleção Americana de Águas Abertas para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. 

* Caeleb Dressel e Regan Smith são premiados como os melhores nadadores do ano pela USA Swimming no tradicional Golden Goggle Awards. 

* Betina Lorscheitter do Corinthians e Alexandre Finco do União são os campeões brasileiros de águas abertas de 2019. 

* Tribunal da Corte Suprema do CAS/TAS faz o julgamento do caso de Sun Yang em apelação da WADA contestando a decisão da FINA em absolver o nadador em controverso caso de destruição de amostras. Julgamento foi aberto a imprensa e decisão deve ser anunciada em janeiro. 

* Katinka Hosszu anuncia a demissão de seu treinador Petrov Arpad e vai ser a sua própria técnica no planejamento até Tóquio 2020. 

* Fabíola Molina é indicada Secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social. 

 

DEZEMBRO

* Brasil domina a natação dos Jogos Escolares Sul-Americanos conquistando 39 medalhas, 19 ouros, 10 pratas e 10 bronzes. João Pierre Campos com cinco medalhas de ouro é o maior medalhista da competição. 

* Campeão mundial paralímpico, colombiano Carlos Daniel Serrano escolhido esportiva paralímpico do ano em seu país. 

* Inaugurada em Campo Grande, a primeira piscina olímpica do Estado do Mato Grosso do Sul com o Campeonato Estadual Leonardo de Deus. Agora, apenas Tocantins, Alagoas e Maranhão seguem como os Estados que não possuem nenhuma piscina de 50 metros. 

* Cali Condors, LA Current, Energy Standard e London Roar fazem a Grand Final da Liga Internacional da Natação em Las Vegas. 

* COB faz a premiação do Prêmio Brasil Olímpico 2019 reconhecendo Ana Marcela Cunha como a melhor das águas abertas e Bruno Fratus como vencedor da natação. 

* Melhores do Ano pela Swimming Canadá, nadador do ano para Markus Thormeyer  no masculino e Kylie Masse no feminino, ambos pelo segundo ano consecutivo. Maggie MacNeil escolhida como a Revelação do Ano, Aurelie Rivard nadadora paraolímpica do ano e Aly Van Wyck-Smart a revelação paralímpica. 

* Guilherme Costa arrasa no US Open vencendo três provas, 400, 800 e 1500 metros nado livre, as três com novos recordes sul-americanos. 

* Tribunal da Corte Suprema do CAS/TAS faz julgamento do caso Gabriel Santos. Defesa do nadador brasileiro apelou pela suspensão de 12 meses imposta em julho. Decisão é aguardada para janeiro. 

* Revista Swimming World apresenta a sua anual premiação dos melhores do ano reconhecendo Caeleb Dressel e Regan Smith como os mais destacados nadadores do mundo em 2019. 

* Clube Curitibano conquista pela primeira vez o título de Campeão Brasileiro Juvenil de Verão. Competição foi a de melhor nível de toda a temporada, 26 recordes batidos, 11 recordes brasileiros de categoria e 15 recordes de campeonato. 

* Stephanie Balduccini do Paineiras se torna na primeira nadadora do Brasil a ser campeã de todas as provas de 100 metros nos quatro estilos num mesmo campeonato. 

* Rússia vence o Campeonato Europeu de Piscina Curta na Escócia somando 22 medalhas, sendo 13 de ouro. Vladimir Morozov da Rússia foi o maior medalhista com sete medalhas de ouro. 

* Anton McKee indicado Nadador do Ano na Islândia. 

* Anton Chupkov é escolhido como o Melhor Nadador do Ano na Rússia. 

* Vila Parahyba no Mirim a Petiz e no Infantil a Senior leva os títulos do Troféu Reinaldo Malta em Maceió, Copa Nordeste de Natação. 

* Maria Carolina Santiago é apontada como Melhor Atleta da Natação do Ano no Prêmio Paralímpicos 2019. 

* Wendell Moreira, campeão mundial S11 dos 50 metros nado livre, ganha o Prêmio Revelação do Ano no Prêmio Paralímpicos 2019. 

* Fim da equipe da ACEB na Bahia, Carlos Rogério Arapiraca leva o seu programa para a Associação Atlética da Bahia a partir de janeiro de 2020. 

* Nadadora japonesa Rikako Ikee recebe alta do hospital em seu tratamento de leucemia. 

* Danas Rapsys e sua treinadora Inna Paipeliene são escolhidos respectivamente como o Atleta do Ano e a técnica do Ano na Lituânia. 

* Delfina Pignatiello vence o Olimpia de Plata, melhor nadadora do ano na Argentina. 

* Na Alemanha, Florian Wellbrock ficou em quarto lugar na eleição anual do Atleta do Ano feita pela Associação dos Jornalistas Esportivos do país. A nadadora Sarah Kohler ficou na 10a posição entre as mulheres. Os vencedores foram do atletismo, Niklaus Kaul e Malaika Mihambo. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *