Não foi um bom ano para as águas abertas do Brasil entre os homens. Ficamos fora do Top 10 na classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. No Mundial de Gwangju, a melhor classificação foi um 25o lugar. No Circuito do FINA Marathon Swim Series, mesmo presente em todas as etapas, nenhuma medalha. Além de ter passado em branco na prova de águas abertas dos Jogos Pan Americanos. 

Ainda com a expectativa de colocar um representante do Brasil na prova dos 10 quilômetros da Olimpíada no ano que vem, ligou o alerta na modalidade no Brasil. 

Foi a hora de aparecer novos talentos e valores. Um deles, Alexandre Finco, atleta do Grêmio Náutico União, se tornou campeão do Circuito Brasileiro, sua primeira conquista da carreira. 

Ainda sem resultados internacionais, 2019 foi o ano para se conhecer Finco. Embora classificado para o Sul-Americano da Argentina, fez a opção de focar na Seletiva Olímpica no Troféu Brasil. Vai focado em tentar ser um dos dois nadadores brasileiros que estará em Fukuoka na briga pela vaga por Tóquio. 

Também concorreu na categoria Enzo Kihara do Corinthians, atleta campeão sul-americano juvenil dos 10 quilômetros, uma das poucas medalhas masculinas do Brasil na temporada de águas abertas. 

ALEXANDRE FINCO, é o Melhor Nadador de Águas Abertas do Brasil no Troféu Best Swimming 2019. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *