Depois de várias Olimpíadas consecutivas, o Brasil vai estar fora da arbitragem da natação dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A FINA anunciou ontem os árbitros internacionais deixando o Brasil de fora dos 21 árbitros internacionais, cinco das Américas.

A arbitragem da natação para Tóquio vai ter:

África (2)
Youssef El Haouat do Marrocos
Gavin Jackson da África do Sul

Américas (5)
Amy Hoppenrath dos Estados Unidos
Patricio Ramalho da Argentina
Roberto Fillion do Canadá
Margaret Lee Hayliger de Bermudas
Ronald Leito de Aruba

Ásia (5)
Rongjakng Ji da China
Mua Seng Teo da Malásia
Ali Ba Wazir do Catar
Ho Ming Edward Cheng de Hong Kong
Sherzod Inogamov do Uzbequistão

Europa (7)
Hans-Jorg Zamponi da Áustria
Manuel Real da Espanha
Helen Akers da Grã-Bretanha
Silvia Atzori da Itália
Saulius Binevicius da Lituânia
Nico Van Maanen da Holanda
Rune Gran da Noruega

Oceania (2)
Jacqueline McNamara
Dianne Farmer da Nova Zelândia

Árbitros de partida (2)
Denice Wepasnick dos Estados Unidos
Naomi Sonoyama do Japão

Um outro grupo de árbitros japoneses será anunciado pela Federação de Natação do Japão e homologada pela FINA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *