Confira o levantamento da Best Swimming apontando as 10 melhores performances do Troféu Julio de Lamare 2019:

10) Fernanda de Goeij do Curitibano 100 costas 1:02.69
Com quarto vitórias na competição numa temporada longa, vitoriosa e expressiva. O melhor resultado veio nos 100 costas onde ficou a apenas cinco décimos de quebrar o recorde da comeptição.

9) Gabriel Azevedo do Minas 1500 livre 15:41.56
Quinto tempo de classificação, para um nadador que nunca havia subido ao pódio em campeonatos nacionais, baixou mais de 15 segundos para ser campeão brasileiro na primeira prova da categoria Júnior II do Julio de Lamare. Foi apenas o início da melhor competição de sua carreira.

8) Pedro Muschioni Cristo do Minas 400 medley 4:25.69
Uma boa melhora numa prova que o Brasil ainda busca opções e especialistas. Quem conhece a carreira e o desenvolvimento de Muschioni Cristo sabe que ele já poderia até estar nadando para isso ou melhor. Fechou bem a temporada foi positva e com boas perspectivas.

7) Bernardo Bondra do Pinheiros 100 borboleta 53.17
Não saiu o 52 que ele fez no Mundial Júnior, mas o título corrobora a condição de melhor nadador da categoria na prova dos 100 borboleta, hoje próximo dos melhores do país e até mesmo com o protagonismo de estar na disputa por uma possível vaga olímpica. Um dos grandes nomes de 2019.

6) Bruna Leme do Corinthians 200 peito 2:31.80
A nadadora mais versátil da competição e seguindo a sequência pelo terceiro ano consecutivo quebrando o recorde de campeonato desta que é sua principal prova.

5) Thiago da Silva do Fluminense 800 livre 8:16.70
26 anos do recorde mais antigo da competição sendo quebrado por Thiago da Silva na sua segunda vitória no de Lamare. Prova dominada desde o princípio e executada em divisão negativa.

4) Maria Fernanda Costa do Flamengo 200 livre 2:01.16
A maior vitoriosa da competição, cinco medalhas de ouro fez a competição da sua vida. Entre todas elas, os 200 livre foi a prova com melhor índice técnico feminino do torneio. Boa baixada de tempo e abrindo boas perspectivas. Detalhe importante que ela começou o torneio sem uma grande atuação nos 800 livre no primeiro dia de competição.

3) Fernando Mariano Santos do Corinthians 200 peito 2:14.74
Um ritmo forte desde o início, parcial audacioso para uma melhora significativa para o tempo que havia feito no Troféu José Finkel. Quebrou a sua marca de inscrição por três segundos e o recorde da competição por dois. Belo trabalho que ainda ficou evidenciado com a vitória nos 100 peito.

2) André Luiz Souza da Unisanta 100 livre 49.04
Chegando da China, onde foi um dos destaques do time brasileiro no Mundial Militar, encerrou sua carreira na categoria Júnior com três títulos nacionais (50, 100 e 200 livre). Nos três demonstrou qualidade técnica, saída perfeita, uma bela e arrojada estratégia nos 200 livre e um “quase 48” nos 100 livre. Segunda melhor performance da competição.

1) Murilo Sartori da Natação Americana 400 livre 3:49.77
A prova da competição! Um show de performance, dois segundos de melhora num tempo que lhe coloca no ranking mundial sub 18 na posição número 7. Prova espetacularmente dividida com 1:54 + 1:54 em performance que indica bom espaço para melhora.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *