Na etapa de Doha, no Catar, fechando o Circuito da Copa do Mundo, tivemos a quebra do recorde da competição na prova dos 1500 metros nado livre pelo ucraniano Mikhailo Romanchuk marcando 14:51.61. O recorde da prova era de Gregorio Paltrinieri desde 2015 com 14:55.06.

Em Doha, Romanchuk não teve dificuldades para vencer a prova que teve três atletas nadando abaixo da barreira dos 15 minutos. Romanchuk agora detém os recordes da Copa do Mundo em piscina curta (14:15.49) e em piscina longa (14:51.61). Na Ucrânia, Romanchuk detém os recordes nacionais dos 400, 800 e 1500 metros nado livre, tanto em piscina curta, como em piscina longa.

Na prova da Copa do Mundo de Doha, confira os parciais de Romanchuk:
57.91, 1:57.78, 2:57.41, 3:56.99, 4:56.51, 5:56.00, 6:55.49, 7:55.14, 8:54.63, 9:54.07, 10:53.62, 11:53.48, 12:53.39, 13:53.09 e 14:51.61.

 

 

Mykhailo Romanchuk tem 23 anos, nasceu em 7 de agosto de 1996 em Rivine, na Ucrânia. Seu primeiro grande resultado internacional foi a medalha de ouro nos 400 metros nado livre nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014, em Nanjing. Casado com Maryna Bekh, integrante da equipe de atletismo da Ucrânia, foi medalhista no salto em distância no Campeonato Europeu no ano passado. Romanchuk faz parte da equipe Energy Standard e treina com o técnico Pedro Nagornyi desde a sua fase de desenvolvimento.

Melhor marca pessoal de Romanchuk nos 1500 livre é 14:36.88 feitos no Campeonato Europeu no ano passado. Ele esteve nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 onde não passou das eliminatórias terminando em 15o lugar com 15:01.35.

 

 

Medalhas internacionais de Romanchuk:

Competição Ouro Prata Bronze Total
Mundial Budapeste 2017 0 2 0 2
Mundial Curta Hangzhou 2018 1 0 0 1
Europeu Longa 2 1 2 5
Europeu Curta 1 0 0 1
Universíades 1 2 0 3
Jogos Olímpicos Juventude 2014 1 1 0 2
Europeu Júnior 1 1 1 3
Total 7 7 3 17

Na sua infância, por quatro anos, Romanchuk morou na Argentina, quando seus pais estavam trabalhando no país. Fora da natação, Romanchuk é fã do Barcelona.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *