A Dama de Ferro, só ela, Katinka Hosszu foi a única nadadora capaz de ser a MVP de uma das etapas da ISL sem disputar a prova dos 50 metros nado livre skins. A desvantagem é que nas provas de skins a pontuação é triplicada o que explica os premiados nas etapas anteriores. Na ISL, apenas um atleta é premiado como MVP, entre homens e mulheres, e recebe um prêmio de 5 mil dólares.

 

 

Resultado do MPV de Budapeste
1o Katinka Hosszu do Team Iron 47 pontos
2o Kyle Chalmers do London Roar 41,5 pontos
3o Ranomi Kromowidjojo do Team Iron 40,5 pontos
4o Emma McKeon do London Roar 39,5 pontos
5o Vlad Morozov do Team Iron 38 pontos

Campanha de Katinka Hosszu em Budapeste:
1o lugar nos 400 medley
1o lugar nos 200 medley
1o lugar nos 200 borboleta
2o lugar nos 200 costas
3o lugar nos 200 livre
4o lugar nos 100 costas
5o lugar no revezamento 4×100 medley

MVP das quatro etapas da ISL
Indianápolis – Sarah Sjoestroem do Energy Standard 54 pontos
Nápoles – Caeleb Dressel do Cali Condors 57,5 pontos
Lewisville – Vlad Morozov do Team Iron 43,5 pontos
Budapeste – Katinka Hosszu do Team Iron 47 pontos

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *