A tradição da Croácia na natação sempre esteve ligada as provas de velocidade. Duje Draganja ganhou a única medalha olímpica do país, prata nos 50 metros nado livre nos Jogos de Atenas em 2004. Draganja também foi campeão mundial de curta e como Jordan Kozulj, Sanja Jovanovic outras estrelas do país sempre brilharam mais nas piscinas de 25 metros tanto nos Campeonatos Europeus como nos Campeonatos Mundiais.

 

Grcic com os pais em Budapeste, no Mundial Júnior

 

Agora, parece que temos uma nova era para a natação croata. Se chama Franko Grcic, de apenas 16 anos de idade, campeão mundial júnior dos 800 e 1500 metros nado livre no recente Mundial disputado em Budapeste, na Hungria. Grcic que só completa 17 anos em janeiro do próximo ano, quebrou os dois recordes nacionais absolutos do país com 7:45.92 e 14:46.09.

 

Capa do jornal esportivo da Croácia com sua conquista no Mundial Júnior

 

Nos 1500 livre, ele apagou o recorde mundial júnior da prova que era do australiano Mack Horton com 14:51.55 desde 2014 e foi aplaudido de pé na sua vitória do Mundial na Duna Arena, em Budapeste.

 

Recepção a Grcic no aeroporto por seus colegas de clube

 

No seu retorno ao país, Grcic experimentou a fama e lucrou com ela. Foi recebido pelo Primeiro Ministro Andrej Plenkovic, foi homenageado no jogo de futebol do Hjduk na vitória de 1×0 sobre o Dinamo de Zagreb e também faturou uma grana. As duas medalhas de ouro lhe deram pouco menos de 2 mil dólares em premiação e em ação da Federação de Natação da Croácia passa a receber uma ajuda mensal de 371 dólares.

 

Grcic e seu treinador em programa de TV na Croácia

 

Magro, alto, Grcic chegou a Budapeste balizado com oito segundos mais lento nos 800 e 10 segundos mais lento na prova dos 1500 livre. Antes do Mundial, ele foi medalha nos Jogos YEOF, um festival multi esportivo para a juventude europeia nas provas dos 400 livre (3:52.10) e 1500 livre (15:04.75).

 

Homenagem em jogo de futebol do campeonato croata

 

Com apenas 16 anos, Grcic ainda tem idade para voltar para o próximo Campeonato Mundial Júnior que acontecerá em 2021, ainda sem sede definida. Fã de futebol, Grcic faz parte do Plivacki Club Jadran, localizado em Split, as margens do Mar Adriático. O clube vai completar 100 anos em 2020 e onde a natação está longe de ser a principal atividade esportiva da agremiação. Uma promoção do clube feita em redes sociais há alguns meses tentava arrecadar novos membros para tentar chegar a 300 nadadores, isso entre as escolas de formação e a equipe competitiva.

Grcic chegou ao título mundial e as vagas olímpicas garantidas nos 800 e 1500 livre para Tóquio configurando uma grande evolução em relação as temporadas anteriores. Em 2018, ele fechou a temporada com 15:21.51.

 

 

Veja os parciais das vitórias de Grcic em Budapeste:
1500 livre – 14:46.09
56.52, 1:55.88, 2:55.57, 3:55.53, 4:54.84, 5:54.31, 6:53.66, 7:53.07, 8:52.49, 9:51.66, 10:50.93, 11:50.21, 12:49.43, 13:48.71, 14:46.09

800 livre – 7:45.92
55.72, 1:54.67, 2:53.86, 3:53.11, 4:52.05, 5:50.89, 6:49.32, 7:45.92

 

Equipe da Croácia no Mundial Júnior

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *