Em critério que prevê a pontuação dos quatro primeiros colocados nas provas individuais, a FINA premiou o russo Andrey Minakov e a australiana Lani Pallister como os dois melhores nadadores da competição. Veja um pouco da carreira destes dois super talentos da nova geração.

 

ANDREI MINAKOV


Andrey Dmitriech Minakov, nasceu em São Petersburgo, no dia 17 de março de 2002
Integrante do School Olympic Reserve, treinador Nikita Lugovkin. Todos os anos, passa as férias nos Estados Unidos, onde sempre treina no Terrapins, clube da Califórnia, com Ray Mitchell.

Fez sua estreia na Seleção Absoluta da Rússia no Mundial de Gwangju onde ficou em segundo lugar na prova dos 100 metros borboleta (50.83) além de integrar os revezamentos medalha de prata no 4×100 livre (nas eliminatórias) e de bronze no 4×100 medley na final.

Foi destaque na campanha dos Jogos Olímpicos da Juventude, no ano passado, em Buenos Aires, na Argentina, onde venceu sete medalhas, seis ouros e uma prata.

Em Budapeste, no Mundial Júnior, conquistou um total de sete medalhas, sendo três ouros e quatro pratas. Ele já havia participado do Mundial Júnior de 2017, na época, era o mais jovem integrante da equipe, ganhou três medalhas, uma de cada cor. Soma 10 medalhas em Mundiais Júniors.

Sua campanha no Mundial Júnior de Budapeste
1o lugar nos 100 metros nado livre 48.73
1o lugar nos 100 metros borboleta 51.25
1o lugar no 4×100 medley parcial de borboleta 50.93
2o lugar nos 50 metros borboleta 23.39
2o lugar no 4×100 livre parcial 47.82
2o lugar no 4×100 livre misto parcial 48.21
2o lugar no 4×100 medley misto parcial de borboleta 51.66

Veja a evolução dos 100 metros borboleta de Minakov:
2015, 13 anos, 57.62
2016, 14 anos, 54.04
2017, 15 anos, 51.84
2018, 16 anos, 51.12
2019, 17 anos, 50.83

Atual recordista nacional absoluto da Rússia.

 

LANI PALLISTER

 

Lani Pallister, nasceu em Queensland, no dia 6 de junho de 2002
Integrante do Cotton Tree Swim Club, onde treina com a mãe Janelle Elford, duas vezes finalista olímpica de natacão. Também pratica natação de salvamento onde o pai é atleta.

Foi convocada para a Seleção Australiana para o Campeonato Mundial de Piscina Curta em Hangzhou, no ano passado, mas abriu mão da convocação para disputar o Surf Life World Championships.

Na seletiva para o Mundial de Gwangju deste ano, fez os índices, mas terminou na terceira colocação nas provas de 200, 400 e 800 metros nado livre.

Sua campanha no Mundial Júnior de Budapeste
1o lugar nos 400 metros nado livre 4:05.42 recorde de campeonato
1o lugar nos 800 metros nado livre 8:22.49 recorde de campeonato
1o lugar nos 1500 metros nado livre 15:58.86 recorde de campeonato
2o lugar nos 200 metros nado livre 1:58.09
2o lugar no 4×100 livre parcial 55.23
2o lugar no 4×200 livre parcial 1:58.61

Foram 6 medalhas, três ouros, três pratas.

Evolução a cada temporada nas provas principais no ranking australiano
14 anos
400 livre com 4:14.45

15 anos
200 livre com 1:59.37
400 livre com 4:11.30
800 livre com 8:36.91
1500 livre com 16:32.59

16 anos
200 livre com 1:58.79
400 livre com 4:07.76
800 livre com 8:28.54
1500 livre com 16:08.09

17 anos
200 livre com 1:58.09
400 livre com 4:06.57
800 livre com 8:25.65
1500 livre com 16:06.84

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *