Novo recorde argentino para os 100 metros borboleta masculino batidos por Santiago Grassi na disputa do Richard Quick Invitational, em Auburn, nos Estados Unidos. Grassi nadou para 51.88, sua primeira vez quebrando a barreira dos 52 segundos e apagando o seu próprio recorde nacional de 52.04 feitos em 8 de julho de 2018.

Grassi é atleta da Universidade de Auburn e bate o recorde nacional pela terceira vez consecutiva. Anteriormente foi na medalha de prata dos Jogos Pan Americanos de Toronto em 2015 com 52.09.

A marca de 51.88 é abaixo do índice olímpico A para os Jogos de Tóquio 2020, entretanto a competição em Auburn não faz parte da lista de eventos reconhecidos pela FINA. O índice A é de 51.96. Grassi vai precisar referendar sua marca no Pan de Lima onde integra a equipe da Argentina.

Se conseguir a vaga, Tóquio 2020 será a segunda Olimpíada de sua carreira. Grassi esteve no Rio 2016 onde ficou em 24o com 52.56, não passando das eliminatórias.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *