No post anterior, postamos a prova e um comparativo com as marcas de 100 metros nado livre masculino na casa dos 47 segundos em 2019. São poucos nadadores (5) e poucas marcas (12). De todos, Dressel foi quem mais vezes fez sem estar descansado, polido ou raspado.

Na prova de ontem, 47.90 seus parciais:
Parcial 22.73
Volta 25.17

No seu melhor deste ano, também sem descansar no Atlanta Classic em maio 47.86:
Parcial 23.12
Volta 24.74

Comparados ao melhor tempo do mundo deste ano, os 47.43 feitos por Kyle Chalmers na Seletiva Australiana:

Parcial Volta Tempo
Chalmers 23.13 24.22 47.35
Dressel 22.73 25.17 47.90
Dressel 23.12 24.74 47.86

 

Na prova de ontem, Dressel executou um total de 66 braçadas
* Saída perfeita, melhor velocidade de reação do bloco. Movimentos de braços puxados para trás com explosão.
* Ficou cerca de 14 metros no submerso.
* Respirou toda prova a cada ciclo, bloqueou os últimos 13 metros.
* Fez 30 braçadas nos primeiros 50 metros e executou 66 na volta.

Fotos Jack Spitser

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *