Ninguém ganhou tanto, ninguém subiu tanto ao pódio na mais importante competição de águas abertas da FINA.

 

Retrospecto de Ana Marcela Cunha desde que começou a participar da Copa do Mundo e agora do FINA Marathon Swim Series:

 

2008 – 3o lugar

2009 – 3o lugar

2010 – Campeã

2011 – X

2012 – Campeã

2013 – 3o lugar

2014 – Campeã

2015 – X

2016 – X

2017 – 2o lugar

2018 – Campeã

 

2018 – Tetra campeã

O tetra veio por antecipação. Já na sétima das oito etapas, Ana Marcela havia conquistado pontuação suficiente para o título. No final, terminou com 112 pontos, 26 a frente da italiana Rachele Bruni, vice campeã da temporada.

Na temporada

4o lugar em Doha, no Catar

2o lugar em Seychelles

7o lugar em Setúbal, Portugal

1o lugar em Balatonfuered, na Hungria

1o lugar no Lac St. Jean, no Canadá

Não participou da prova no Lac Megantic, no Canadá

3o lugar em Chun’An, na China

3o lugar em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos

2014 – Tri campeã

O mais fácil de todos os títulos até hoje. Ana Marcela teve uma temporada implacável com cinco vitórias em oito provas, pódio em todas as etapas, feito inédito na história do circuito.

Trofeu Brasil de Maratonas Aquaticas, praia de Copacabana, posto 05. 15 de Abril de 2018, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro SodrŽ/SSPress/CBDA.

Na temporada

2o lugar em Viedma, na Argentina

3o lugar em Cancún, no México

1o lugar em Setúbal, no Portugal

1o lugar no Lac St-Jean, no Canadá

1o lugar no Lac Magog, no Canadá

1o lugar no Lac Megantic, no Canadá

1o lugar em Chun’an, na China

3o lugar empatado com Keri-Ann Payne da Grã-Bretanha em Hong Kong

No total, somou 149 pontos, deixando a americana Christine Jennings em segundo com distantes 64 pontos.

2012 – Bi campeã

Ana Marcela Cunha chegou ao título somando 160 pontos, duas alemãs ficaram nas outras colocações, Nadine Reichert distante 54 pontos e Angela Maurer 57 pontos.

 

Foram quatro vitórias nas oito provas e somente uma delas Ana Marcela não subiu ao pódio.

 

Na temporada

3o lugar em Santos, no Brasil

Não subiu ao pódio em Viedma, na Argentina

1o lugar em Eilat, Israel

1o lugar em Cancún, no México

3o lugar no Lac St-Jean, no Canadá

2o lugar no Lac Megantic, no Canadá

1o lugar no Hong Kong

1o lugar em Shantou, na China

 

2010 – Campeã

O primeiro título de Ana Marcela foi o mais difícil. E foi numa temporada compliacada para a FINA com a trágica morte do nadador americano Francis Crippen na prova que fechou o ano.

Ana Marcela conquistou o título somando 122 pontos, 12 a mais do que a alemã Angela Maurer. O título veio com um bronze na última prova disputada nas águas quentes de Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos.

 

Na temporada

1o lugar em Santos, no Brasil

Não subiu ao pódio em Viedma, na Argentina

2o lugar em Setúbal, Portugal

3o lugar no Lac St. Jean, no Canadá

Não subiu ao pódio em Shantou, na China

Não subiu ao pódio em Hong Kong

1o lugar em Cancún, no México

3o lugar em Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *