Que ano! Cheio de recordes, de conquistas, de feitos.

 

Ana Marcela Cunha voltou a morar e treinar no Brasil e fez um de seus melhores anos da carreira.

 

Chegou ao tetra campeonato do FINA Marathon Swim Series com uma prova de antecedência. Na temporada, se distanciou ainda mais como a maior vencedora de provas no Circuito da FINA. Está a apenas uma de igualar o alemão Thomas Lurz e a caminho de ser a maior vencedora de etapas.

 

O tetra campeonato foi inédito, a primeira a conquistar o título por quartro vezes. Ainda foi premiada pela FINA, quinta vez, a maior vencedora de prêmios de melhor do ano entre todos os esportes aquáticos.

 

No Sul-Americano Absoluto, se tornou na primeira nadadora a vencer três provas, ouro nos 5, nos 10 e na prova por equipes levando o prêmio Señor del Sipán.

 

Ganhou a primeira medalha do Brasil nas águas abertas no Pan Pacífico. Foi bronze na prova disputada no Japão.

 

Terminou o ano ganhando o Prêmio Brasil Olímpico pela segunda vez.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *