FABIOLA MOLINA

Se fizéssemos uma votação para escolher uma palavra para definir o que representa Nicholas Santos na natação brasileira e mundial, com certeza, iríamos ter: exemplo, superação, referência, orgulho, ídolo, gigante… e por aí vai.

Não precisamos nem ser pachecos para reconhecer tudo o que Nicholas Santos, aos 38 anos de idade, representa para o esporte, para a natação brasileira e mundial.

Em 2018, Nicholas bateu o recorde mundial durante o circuito da Copa do Mundo com 21.75. No Mundial. de Hangzhou, foi lá só para nadar a sua prova e o revezamento 4×50 metros medley.

Por azar, o programa previu as duas finais para o mesmo dia, e separados com 40 minutos. Nicholas cumpriu o seu papel. Integrou a medalha de bronze do 4×50 medley e em seguida veio para a sua prova individual.

A saída sempre foi boa, antes mesmo da metade já estava na frente. O que chamou a atenção de todos foi a qualidade de sua virada. Um fundamento que melhorou muito e fez muita diferença em seguir na frente e até ampliar sua vantagem.

No final, uma chegada não perfeita, nada que evitasse fazer um 21.81, a terceira melhor marca da história a apenas seis centésimos do recorde mundial. Nicholas é o melhor nadador do Brasil aos 38 anos de idade em votação maciça e quase unânime.

Também foram votados pela ordem Felipe Lima e Leonardo de Deus. Nominados para o prêmio Brandonn Almeida e João Luiz Gomes Jr.

Deixe uma resposta