Entre as tantas boas histórias da natação nos Jogos Olímpicos da Juventude, a do campeão dos 800 metros nado livre masculino chama a atenção. Estamos falando de um jovem magro, nem tão alto, que aprendeu a nadar para ajudar a família na pesca e que fez do rio a sua diversão durante a infância.

Prata nos 1500 livre nos Jogos da Ásia

Estamos falando de Nguyen Huy Hoang, um jovem de 18 anos, 1,78m de altura e apenas 56 quilos. Hoang nasceu na cidade de Tuyen Hoa, na província central as margens do rio Giahn. É o filho caçula dos seis irmãos de uma família de pescadores. E foi nesse ambiente, no rio e na pesca que Hoang cresceu. Segundo o pai, desde o primeiro ano de vida já estava no barco, e aos três já pulava na água para ajudar na pesca de gaiolas. Entre os apelidos, Hoang era chamado de “lontra”, pela habilidade na água e a pele mais escura.

Com a juventude, ir e vir no rio Giahn virou a alegria, o prazer e a rotina de Hoang. Habilidoso na prática, foi levado para uma equipe de natação, mas chorava muito ao ficar longe da família. Eram 50 quilômetros diários para poder nadar na piscina.

Quadro de medalhas mostrado com orgulho pelo pai

Aos 14 anos, Hoang já estava na Seleção Júnior do Vietnã. No ano seguinte, disputou os Jogos do Sudoeste Asiático Júnior e saiu de lá com cinco medalhas de ouro. A habilidade para o fundo já era evidente vencendo as provas de 200, 400 e 1500 metros nado livre.

Com 16, conquistou o seu primeiro título nacional e explodiu ao vencer os Jogos do Sudoeste Asiático no ano passado na prova dos 1500 metros nado livre. Este ano, ele foi ainda mais longe. Sem qualquer expectativa, se tornou no primeiro nadador do Vietnam a ganhar medalha nos Jogos da Ásia. Foi prata nos 1500 metros nado livre e bronze nos 800. Antes, apenas uma mulher, Nguyen Thi Ahn Vien, sem relação familiar, que levou o bronze nos 200 costas em 400 medley nos Jogos de 2014.

Dos Jogos da Ásia, para os Jogos Olímpicos da Juventude onde foi o representante solitário do Vietnã. Lá, terminou os 400 metros nado livre em quarto lugar, quebrando o recorde nacional dos 400 metros nado livre com expressivos 3:48.85. Quatro dias depois, voltou a piscina para vencer os 800 e novo recorde nacional 7:50.20. Agora, com os 1500 livre e a prata dos Jogos da Ásia com 15:01.63, Hoang acumula os três recordes nacionais absolutos das provas de fundo.

Pouco restou daquele menino escuro e que brincava de nadar no rio Giahn. Hoje, se trata de um promissor nadador de fundo e esperança do Vietnã para pelo menos a primeira final olímpica da história da natação do país. Para isso, Hoang não se diverte mais no rio pescando com gaiolas, são 20 quilômetros diários em piscina.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *