Líder desde o primeiro dia, a Rússia chegou a 13 medalhas de ouro e venceu a natacão dos Jogos Olímpicos da Juventude. Na sua equipe, dois nadadores Andrei Minakov e Kliment Kolesnikov chegaram a seis medalhas de ouro, igualando Yi Tang e Duo Shen como os maiores medalhistas da história da competição. Brasil chegou perto da medalha com André Luiz Calvelo e o quarto lugar nos 100 metros nado livre. Veja o resumo da última etapa da competição.

50 metros nado livre feminino –
Campeã dos 100, bronze nos 200, Barbora Seemanova da República Tcheca completou sua terceira prova, terceira medalha, dominante vencendo com 25.14, apenas oito centésimos acima do seu melhor, 25.06, atual recorde nacional de seu país. Excelente saída da japonesa Mayuka Yamamoto do Japão na raia 1 que chegou a liderar a prova, mas terminou na segunda colocação.
Pódio da prova
1o Barbora Seemanova da República Tcheca 25.14
2o Mayuka Yamamoto do Japão 25.39
3o Junxuan Yang da China 25.47

200 metros costas masculino –


O russo Kliment Kolesnikov se tornou no primeiro homem a conquistar seis medalhas de ouro em Jogos Olímpicos da Juventude igualando duas outras nadadoras chinesesa Yi Pang e Duo Shen que haviam feito isso em 2010 e 2014 respectivamente. E fez de forma magistral em belo 200 metros costas com 1:56.14, liderando desde o início e vencendo com facilidade.
Seus parciais: 27.48, 56.57 (29.09), 1:26.55 (29.98), 1:56.14 (29.59).
Pódio da prova
1o Kliment Kolesnikov da Rússia 1:56.14
2o Daniel Cristiian Martin da Romênia 1:58.20
3o Manuel Martos Bacarizo da Espanha 1:59.37

100 metros borboleta feminino –
Três nadadoras abaixo da barreira do minuto, melhor para a versátil e polivalente Polina Egorova da Rússia ganhando a sua quinta medalha, mas agora o seu primeiro ouro individual. Com uma boa técnica, mantendo o padrão até o final e crescendo muito nos últimos metros, venceu com 59.22 depois de 27.96 de parcial.
Pódio da prova
1o Polina Egorova da Rússia 59.22
2o Angelina Koehler da Alemanha 59.44
3o Anastasiya Shkurdai de Belarus 59.76

100 metros nado livre masculino –


O sonho da medalha para André Calvelo ficou na quarta colocação, o mesmo que havia ficado nos 50 metros nado livre. Desta vez, até passou em segundo lugar, e mantinha uma boa posição, mas ficou evidente que faltou força e sentiu os últimos 25 metros de prova. Quem levou foi o russo Andrei Minakov igualando Kliment Kolesnikov e chegando a seis medalhas de ouro. Minakov saiu na frente, passou com 23.53 e sustentou a liderança até o final para vencer com 49.23. Melhor final de prova para o polonês Jakub Kraska que atacou nos últimos metros terminando em segundo com três centésimos atrás.
André Calvelo ficou em quarto lugar com 49.86 e o outro brasileiro Lucas Peixoto em oitavo com 50.43. Parciais dos brasileiros:
André 23.75, 49.86 (26.21)
Lucas 24.57, 50.43 (25.86)
Pódio da prova
1o Andrei Minakov da Rússia 49.23
2o Jakub Kraska da Polônia 49.26
3o Robin Hanson da Suécia 49.52

200 metros peito feminino –
Vitória da japonesa Shiori Asaba com 2:26.80, liderando a prova desde os 75 metros para vencer com facilidade. Seus parciais 34.11, 1:11.30 (37.19), 1:48.57 (37.27) e 2:26.80 (38.23). Final com quatro nadadoras da Ásia e quatro da Europa.
Pódio da prova
1o Shiori Asaba do Japão 2:26.80
2o Kotryna Teterevkova da Lituânia 2:28.18
3o Heesong Wang da Coréia do Sul 2:28.83

200 metros borboleta masculino –
Tradição mantida, a Hungria nunca perdeu uma prova de 200 metros borboleta nos Jogos Olímpicos da Juventude, seja no feminino, seja no masculino, 2010, 2014 e 2018. A responsabilidade para não deixar esta sequência ser quebrada era de um dos mais talentosos nadadores do país, Kristof Milak, super estrela que não estava bem na competição e a cada dia parecia pior. Para isso, Milak abriu mão da final dos 100 metros nado livre e focou apenas nos 200 metros borboleta, a sua prova. Mesmo assim, a responsabilidade era apenas ganhar e ele chegou a dar uma “olhada” para o lado afim de saber se realmente estava prestes a vencer. E venceu com 1:54.89, um segundo a frente do ucraniano Denys Kesil.
Parciais de Milar: 25.15, 54.44 (29.29), 1:24.17 (29.73), 1:54.89 (30.72).
Pódio da prova
1o Kristof Milak da Hungria 1:54.89
2o Denys Kesil da Ucrânia 1:55.89
3o Federico Burdisso da Itália 1:57.16

400 metros nado livre feminino –
A empolgação e o entusiasmo da torcida argentina foi lindo de se ver. Mais uma medalha de prata de Delfina Pignatiello, mas também outra performance abaixo do esperado. Ficou em segundo lugar com 4:10.40, dois segundos acima do seu recorde nacional absoluto e três segundos distantes da húngara Ajna Kesely. Esta foi a mais dominante nadadora da competição vencendo com facilidade 4:07.14, a única nadadora com três vitórias individuais nos Jogos.
Parcial da campeã: 1:00.15, 2:02.88, 3:05.76, 4:07.14.
Pódio da prova
1o Ajna Kesely da Hungria 4:07.14
2o Delfina Pignatiello da Argentina 4:10.40
3o Mariene Kahler da Áustria 4:12.48

50 metros peito masculino –
Vitor Pinheiro de Souza saiu muito bem e chegou a estar na briga pelo pódio, mas nos metros finais ficou para trás. Terminou em quinto lugar com 28.24, apenas seis centésimos distante do seu melhor. Foram três nadadores com 27 segundos, o melhor deles, Michael James Houlie com 27.51 que havia feito 27.51 no parcial dos 100 peito nas eliminatórias, 27.44 na passagem dos 100 peito na semifinal, 27.43 na passagem dos 100 peito na final e ainda 27.33 na semifinal dos 50 peito.
Pódio da prova
1o Michael James Houlie da África do Sul 27.51
2o Jiajun Sun da China 27.85
3o Alexander Milanovich do Canadá 27.87

Revezamento 4×100 metros medley misto –


Com dois homens abrindo e duas mulheres fechando, a China conseguiu uma vantagem que a Rússia não conseguiu descontar utilizando a estratégia inversa, mesmo tendo Andrei Minakov no borboleta e Kliment Kolesnkov num final de prova impressionante de 47.85. Deu China e com facilidade, 3:49.79, dois segundos a frente dos russos.
Melhor parcial de costas de homem Guanbin Wang da China 55.31
Melhor parcial de costas de mulher Polina Egorova da Rússia 1:01.98
Melhor parcial de peito de homem Jiajun Sun da China 1:00.22
Melhor parcial de peito de mulher Clara Basso Bert da França 1:09.49
Melhor parcial de borboleta de homem Andrei Minakov da Rússia 51.63
Melhor parcial de borboleta de mulher Xintong Lin da China 59.52
Melhor parcial de livre de homem Kliment Kolesnikov da Rússia 47.85
Melhor parcial de livre de mulher Junxuan Wang da China 54.74
Pódio da prova
1o China 3:49.79
2o Rússia
3o Japão 3:51.74

Link para os resultados completos:
https://www.buenosaires2018.com/results/en/swimming/daily-schedule-date=2018-10-12.htm?lng=en

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *