Brandonn Almeida quebrou o recorde brasileiro das 500 jardas livre por duas vezes no segundo dia de da Conferência Southeastern em disputa desde ontem em College Station, no Texas. A marca era a mais antiga da tabela de recordes e se mantinha imbatível desde 4 de março de 1993 com Cristiano Michelena com 4:17.83.

Pela manhã, nas eliminatórias, Brandonn fez o nono tempo com 4:17.55 ficando a poucos centésimos de entrar na final A. Na final B, venceu com 4:16.21, tempo que lhe daria o quarto lugar geral na prova. Brandonn fez um parcial perfeito de 2:07.52 para as primeiros 250 jardas e voltou com 2:08.69. Excelente resultado do time de South Carolina nas 500 jardas livre, dois companheiros de Brandonn ficaram com o primeiro e segundo lugar respectivamente Minuth Fynn 4:10.51 e Mahmoud Akram 4:11.47.

Impedido de competir até duas semanas, o resultado foi muito positivo. Tempo suficiente para garantir uma vaga no NCAA numa das mais fortes conferências universitárias americanas. Brandonn ainda tem as suas duas principais provas para disputar: as 1650 jardas livre e os 400 medley.

Na semana passada, após a estreia de Brandonn na temporada universitária ele foi escolhido como o “Freshman of the Week” da Conferência. Reconhecimento dado aos nadadores de primeiro ano de universidade que mais se destacaram nos resultados dos torneios preparatórios.

Tivemos mais um nadador brasileiro nas finais do segundo dia da Conferência. Foi o paulista João Victor Mescolote que nada pela Lousiana State University. Pela manhã, quebrou a barreira dos 20 segundos pela segunda nas 50 jardas livre marcando 19.95. Na final B, ficou em 14o lugar melhorando novamente, agora 19.91, aqui sua melhor marca pessoal. Seu melhor anterior era 19.92 da Conferência SEC de 2016.

No revezamento 4×50 livre que fechou o programa de hoje, Lousiana State ficou em oitavo lugar com 1:19.27 e João Mescolote abriu melhorando novamente sua marca para 19.82.

Outros nadadores brazucas no dia de hoje:
500 jardas livre
31o Giovanny Lima de Missouri 4:25.15
33o Felipe Rizzo da Texas A&M 4:26.06

Ontem, no primeiro dia de disputas, Giovanny Lima integrou o revezamento de Missouri que ficou em segundo lugar no 4×200 livre abrindo com a melhor marca pessoal de 1:34.22. A equipe de Missouri quebrou o recorde da universidade com 6:15.38 com boas chances de classificação para o NCAA.

Ao final do segundo dia, Flórida com 432 pontos no masculino e Texas A&M no feminino com 469 pontos são os líderes da competição. Veja aqui os resultados completos:

http://www.sidearmstats.com/tamu/secsd18/

2 respostas
    • Alex Pussieldi
      Alex Pussieldi says:

      Não Lucio, não é. Brandonn tem melhor marca pessoal nos 400 metros nado livre 3:49.46, que dá mais ou menos estes 4:16 que ele fez. Se considerarmos a temporada bem acidentada, apenas a segunda competição dele em jardas, foi uma bela prova. Vale lembrar, que os 4:16.21 é o nono tempo de toda a NCAA em 2017/2018.

      Na tabela de conversão SCY para LCM os 4:16.21 dá 3:49.78.

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *