FABIOLA MOLINA

Entre os seis recordes mundiais batidos no Mundial de Budapeste, a última prova feminina da competição ganhou com 85% dos votos o reconhecimento de Melhor Revezamento do Mundo em 2017. Os Estados Unidos foi imbatível e perfeito no 4×100 metros medley vencendo com quase dois segundos de vantagem a prova.

O novo recorde mundial foi batido com Kathleen Baker abrindo de costas para 58.54, Lilly King e o parcial de peito 1:04.48, Kelsi Worrell com 56.30 de borboleta e Simone Manuel fechando de crawl para 52.23, 3:51.55.

Embed from Getty Images

O antigo recorde também era dos Estados Unidos, 3:52.05 da equipe medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

Também bem foram listados os revezamentos campões mundiais da Grã-Bretanha 4×200 metros nado livre masculino com 15% dos votos e o revezamento americano 4×100 metros nado livre feminino que não teve nenhum voto.

Troféu Best Swimming Melhor Revezamento do Mundo 2017 é o time americano das mulheres do 4×100 metros medley de Budapeste.

Deixe uma resposta