FABIOLA MOLINA

Na disputa de seu primeiro Campeonato Mundial, Cecília de Araújo conseguiu o máximo. Deixou a Cidade do México com o título mundial dos 50 metros nado livre classe S8 e a prata nos 100 metros nado livre.

Em ano cheio de altos e baixos, bem orientada pelo técnico Antonio Luiz Candido na cidade de Indaiatuba, Cecília alcançou os melhores resultados da natação feminina paralímpica em 2017.

Aos 19 anos de idade, tem o lado esquerdo comprometido resultado de uma gravidez complicada da mãe e da falta de oxigenação na hora do parto. Medalha de bronze nos Jogos Parapanamericanos de 2015 nas duas provas, Cecília voou mais alto este ano mesmo sendo a mais jovem da Seleção Brasileira no Mundial.

Concorreu com Cecília Araújo na disputa do Troféu Best Swimming Joanna Neves.

Troféu Best Swimming Melhor Nadadora Paralímpica de 2017 Cecília Araújo.

Deixe uma resposta