Na disputa de seu primeiro Campeonato Mundial, Cecília de Araújo conseguiu o máximo. Deixou a Cidade do México com o título mundial dos 50 metros nado livre classe S8 e a prata nos 100 metros nado livre.

Em ano cheio de altos e baixos, bem orientada pelo técnico Antonio Luiz Candido na cidade de Indaiatuba, Cecília alcançou os melhores resultados da natação feminina paralímpica em 2017.

Aos 19 anos de idade, tem o lado esquerdo comprometido resultado de uma gravidez complicada da mãe e da falta de oxigenação na hora do parto. Medalha de bronze nos Jogos Parapanamericanos de 2015 nas duas provas, Cecília voou mais alto este ano mesmo sendo a mais jovem da Seleção Brasileira no Mundial.

Concorreu com Cecília Araújo na disputa do Troféu Best Swimming Joanna Neves.

Troféu Best Swimming Melhor Nadadora Paralímpica de 2017 Cecília Araújo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *