Satiro Sodré esteve presente na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, para trazer os cliques do 17o. Prêmio Brasil Olímpico, cerimônia onde Poliana Okimoto concorreu para melhor atleta do ano no feminino e na escolha popular, mas o troféu acabou ficando com a judoca Rafaela Silva. No masculino, uma barbada para o canoísta Isaquias Queiroz, 3 medalhas na Rio 2016, melhor atleta masculino do Brasil em 2015 e agora em 2016.

Etiene Medeiros recebeu o troféu de melhor atleta de natação, Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci receberam o troféu de melhores atletas do nado sincronizado e Hugo Parisi, melhor atleta de saltos ornamentais. As modalidades de maratonas aquáticas e polo aquático não foram apresentadas para receber o prêmio, que ficou com Poliana Okimoto e Felipe Perrone.

Thiago Pereira fez um discurso de 8 minutos, como parte do seu anúncio público da sua aposentadoria e Luiz Lima foi o primeiro de diversos convidados que apresentaram os prêmios por modalidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *