FABIOLA MOLINA

Seis profissionais foram listados e apresentados para o Painel de Especialistas, todos receberam votos. Por apenas dois votos, Bob Bowman, treinador de Michael Phelps foi o vencedor.

A campanha do USA Olympic Trials foi preocupante. Phelps, mesmo garantindo vaga em todas as provas que buscava, não nadou bem. Bowman manteve a tranquilidade e conseguiu fazer os ajustes necessários para o resultado acontecer no Rio onde seu pupilo levou seis medalhas, cinco delas douradas.

Phelps e Bowman nos Jogos de Londres em 2012.
Phelps e Bowman nos Jogos de Londres em 2012.

Bowman teve toda a sua carreira associada a Phelps. Foi técnico do maior nadador da história por quase 20 anos. Arquiteto e engenheiro da obra, Bowman foi o head coach da Seleção Masculina Americana no Rio 2016. Os americanos fizeram a melhor campanha da natação olímpica na história com exceção dos Jogos de 1984 em Los Angeles que teve seu resultado afetado pelo boicote.

Nos Jogos do Rio, Bowman também foi o treinador de Chase Kalisz, nadador de 22 anos e que na sua primeira Olimpíada levou a medalha de prata nos 400 metros nado medley.

Com 52 anos recém completados, Bob Bowman inicia uma nova fase em sua carreira sem Phelps. Desde setembro é o novo head coach da Arizona State University.

Mesmo assim, Bowman segue junto com Phelps em diversos negócios, além de fazer parte da família. Não é a toa que o filho de Phelps se chama Boomer.

Também estavam na disputa pelo prêmio Best Swiming e todos receberam votos pela ordem de votação: Dave Duerden, treinador de Ryan Murphy, Josh Prenot, Nathan Adrian e Tom Shields; Bruce Gemmel, treinador de Katie Ledecky; Melanie Marshall, treinadora de Adam Peaty; Shane Tusup, treinador de Katinka Hosszu; e Ben Titley, treinador de Penny Oleksiak e do time de velocistas do Canadá.

trofeu-best-swimming-bob-bowman

Bob Bowman, MELHOR TREINADOR DO MUNDO.

Deixe uma resposta