Republicação do artigo que apresenta as diferenças da natação convencional e paralímpica. Lembrando que a Best Swimming vai cobrir os Jogos Paralímpicos e na próxima semana estará acompanhando o treinamento de aclimatação da Seleção Brasileira Paralímpica em São Paulo. Contagem regressiva, Jogos Paralímpicos Rio 2016. Um de nossos grandes desafios, fãs dos esportes, será prestigiar, promover e divulgar o esporte paralímpico. É o grande legado que a Paralimpíada vai nos trazer.
2016_Summer_Paralympics_logo.svg

A natação paralímpica nos traz inúmeras particularidades, detalhes que não são do conhecimento do grande público. É o único esporte paralímpico que permite somente o uso do próprio corpo na prova, diferente de todos os outros onde as próteses podem ser utilizadas.

A Best Swimming traz um guia das diferenças do que é a natação convencional, que todos conhecemos, para a natação paralímpica que passamos a conhecer e principalmente difundir. Veja aqui as diferenças, curiosidades, e como você vai poder acompanhar um de nossas maiores forças na disputa pelas medalhas do Rio 2016.

DATAS & LOCAL

Z8HfuknT

Natação Olímpica e Paralímpica serão disputadas no mesmo local, o Estádio Aquático Olímpico na piscina temporária com capacidade para 13.500 espectadores.

Os Jogos Olímpicos foram disputados em 17 dias, de 5 a 21 de agosto, a natação em oito dias, de 6 a 13 de agosto.

Os Jogos Paralímpicos vão começar 16 dias depois do encerramento da Olimpíada, de 7 a 18 de setembro, 12 dias de disputa. Igual a natação olímpica, a disputa começa no dia seguinte a abertura, no dia 8 de setembro, mas por 10 dias de competição até o dia 17 de setembro.

NÚMERO DE PROVAS

Swimming_at_the_2008_Summer_Paralympics_-_women_Freestyle_swimming

Enquanto a natação olímpica teve 8 dias e 32 provas, 4 medalhas de ouro distribuídas por dia, a natação paralímpica é bem mais extensa. São 152 provas em 11 dias, com todos os dias distribuindo mais de 10 medalhas de ouro. Destas 152 provas, 80 no masculino, 70 no feminino e uma prova mista.

CATEGORIAS

3851132751045

Na natação olímpica temos apenas o masculino e o feminino, enquanto a natação paralímpica nos reserva um total de 28 categorias. Na verdade, são 14 classes funcionais onde os atletas passam por uma série de testes clínicos, incluindo força muscular, mobilidade articular e motora, além de acuidade visual. Quanto maior a deficiência, menor a classe. As classes são formadas pela letra “S” indicando “Swimming” e mais um número na seguinte divisão:
De 1 a 10, limitações físico-motoras.
De 11 a 13, deficientes visuais.
14 deficientes intelectuais.

NÚMERO DE PARTICIPANTES

Foram 900 nadadores na natação olímpica contra 620 nadadores na natação paralímpica, sendo já pré-estabelecido que serão 340 no masculino e 280 no feminino.

TAMANHO DAS EQUIPES

Na natação olímpica, o máximo de nadadores que uma equipe pode ter é 52 nadadores, sendo 26 de cada sexo. Apenas os Estados Unidos tem conseguido levar grupos deste tamanho. No paralímpico, a equipe pode chegar até 62 nadadores, sendo 34 no masculino e 28 no feminino. A Seleção Brasileira Olímpica teve 33 nadadores no Rio 2016, a Paralímpica vai ter 35. Eram 32, mas com a desclassificação da Rússia, o Brasil ganhou mais três vagas.

CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO

150226040800658_swimming_icon

Para se tornar um nadador olímpico o sistema estabelecido pela FINA determina índices A, iguais ao 16o lugar da eliminatória dos Jogos de Londres 2012, índices B, um percentual de 5% sobre a marca “A”, mais os nadadores convocados para revezamento e os chamados Universalidade, dando a oportunidade para todos países do mundo ter pelo menos um homem e uma mulher na disputa.

O sistema paralímpico é bem mais complexo, mas segue o mesmo princípio. O chamado MQS, Minimium Qualification Standard, é a marca exigida, algo como o índice A no sistema olímpico. Entretanto, os atletas podem nadar outras provas se tiverem o MET, Minimum Entry Time.

INÍCIO DO PERÍODO DE CLASSIFICAÇÃO

A FINA estabeleceu como 1o de março de 2015 para considerar os tempos classificatórios para o Rio 2016. O Comitê Paralímpico Internacional foi mais longe, o processo todo começou no dia 15 de outubro de 2014.

ATLETAS POR PROVA

Foi nos Jogos Olímpicos de Montreal em 1976 a última vez que tivemos três nadadores por país em cada prova. Desde então, são apenas dois nadadores. A natação paralímpica, entretanto, segue o sistema de três atletas por país em cada prova.

NÚMERO DE PROVAS POR ATLETA

daniel-dias-comemora-vitoria-em-sua-bateria-nos-200-m-s5-com-o-tempo-de-2min36s51-1346496985464_1920x1080

Não há limite em nenhuma das duas competições. Katinka Hosszu se inscreveu em cinco provas individuais no Rio 2016. Enquanto isso, Daniel Dias, nosso maior astro da natação paralímpica brasileira deve aparecer em pelo menos sete ou oito provas no Rio 2016.

SISTEMA DE DISPUTA

swimming_2319423b

Para os Jogos Olímpicos tivemos provas até 200 metros as eliminatórias e semifinais no mesmo dia, finais no dia seguinte. Para as provas de 400 metros incluindo os revezamentos, eliminatórias e finais no mesmo dia. Para os 1500 metros nado livre para os homens e 800 metros nado livre para as mulheres disputa em eliminatórias num dia e finais no dia seguinte.

Na Paralimpíada são apenas eliminatórias e finais, para todas as provas e no mesmo dia. Algumas provas são disputadas em sistema de final direta.

PARTIDA

B122 London 2012 EW Paralympic Swimming_600x297_V1_labelled_web

Esta foi a primeira Olimpíada que tivemos a utilização dos acessórios para a saída de costas. Aprovados na Assembléia da FINA em 2013, oficializados no ano passado, já tivemos em Kazan, o primeiro Mundial com o seu uso.

Na natação paralímpica, os atletas podem sair do bloco, do lado dele e de dentro d’água. Ainda existe a utilização de uma toalha que facilita a partida de costas onde os atletas são sustentados por um treinador ou pessoa designada.

BANCO DE CONTROLE

ss-120615-snyder-tapper.660;660;7;70;0

Quando os nadadores olímpicos vão para o Call Room eles não podem ser acompanhados por seus técnicos. No caminho até a prova passam por pelo menos três pontos de checagem, de seus trajes, de seus óculos, de suas toucas, de suas credenciais.

Para a natação paralímpica acontece algo bem distinto. Alguns atletas, pela questão de deficiência, são acompanhados por um treinador ou pessoa designada. Estas, durante todo o trajeto e até a borda da piscina, não podem conversar ou tocar (fazendo massagens ou ajustes) em seus nadadores. Eles farão a função de auxiliar na subida do bloco, ou partida da prova. Seus crachás vão ter a letra “A” de acompanhantes ou mesmo os que fazem o trabalho de “tappers” com a letra “T” com bastões para indicar a chegada/virada de seus atletas com deficiência visual.

ELEGIBILIDADE

dsc_0053

Enquanto nadadores olímpicos tem de fazer suas marcas A ou B, desde o dia 1o de março de 2015 até julho de 2016, a natação paralímpica ainda passa pelo processo de classificação ou re-classificação.

Alguns atletas são reavaliados e podem trocar de classe. Existem três níveis que os difere: confirmed, review e new. Os confirmados são atletas que tem suas deficiências já estabelecidas e definitivas. Os review serão aqueles que precisam ser reavaliados periodicamente em caso de doenças degenerativas. Os new são atletas que entram no processo paralímpico, especialmente atletas que completam 18 anos e precisam do parecer de classificação.

ANTI-DOPING

130716183207405_Benoit+Huot+and+Valerie+Grand+Maison+credit+Swimming+Canada

Aqui não tem diferença, tudo igual. Todos os atletas podem ser submetidos a exames de controle anti-dopagem antes, durante e após as competições. As punições e o código da WADA também são semelhantes onde a punição máxima poderá ser de até quatro anos.

AS PROVAS

Ellie-Simmonds_PA_2324314b

Na natação olímpica todo mundo sabe, crawl, costas, peito, borboleta e medley, em distâncias que vão dos 50 aos 1500 metros. Homens e mulheres só são distintos na prova de fundo, 800 livre para o feminino e 1500 no masculino.
No paralímpico esta distinção é maior. Os estilos são os mesmos, mas nem todas as provas são oferecidas a todas as classes. No medley, além das provas de 200 metros ainda existe o 150 medley disputado nas classes mais baixas e sem o nado borboleta. Assim os atletas partem de dentro da água para nadar pela ordem costas, peito e crawl.

REVEZAMENTOS MISTOS

Muito se fala que a partir dos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio, no Japão, a natação olímpica irá ganhar duas provas adicionais em seu programa, o 4×100 livre e 4×100 medley mistos.

A natação paralímpica largou na frente, já teremos no Rio 2016 a estréia da prova mista de revezamento.

OS REVEZAMENTOS

PB736503_942long

As equipes olímpicas são escaladas pelos seus treinadores de acordo com a capacidade e melhores marcas de seus atletas. Na natação paralímpica, além dos tempos ainda existe a contagem dos pontos. Isto porque o revezamento é disputado num sistema de soma de pontos equivalente as classes dos nadadores. Assim os treinadores tem de montar a melhor equipe possível somando os 20 pontos e 34 pontos das duas modalidades de revezamento que são disputados.

AS REGRAS

120312091844008_11ALZ_Paralympics_Schwimmen_RGB_72DPI_EN_END

As regras de natação são estabelecidas pela FINA e para o Rio 2016 foram modificadas pela última vez em 2013 sendo válidas até 2017. Apenas algumas pequenas interpretações foram feitas no ano passado e aprovadas este ano no Mundial de Kazan.
O sistema paralímpico também é muito rigoroso. Existem regras e interpretações diferentes para algumas classes incrementando a responsabilidade dos árbitros. O sistema dos nados é similar ao estabelecido pelas regras da FINA.

MAIOR DOS MAIORES

Trischa_Zorn-Hudson

Michael Phelps é o maior nadador olímpico da história. No Rio 2016, ele disputou sua quinta Olimpíada acumulando um total de 28 medalhas sendo 15 de ouro. A melhor participação olímpica de Phelps foi em 2008 em Beijing, oito provas, oito medalhas de ouro.

Na Paralimpíada, o maior nome da natação também é dos Estados Unidos. É Trischa Zorn que disputou sete Jogos, de 1980 a 2004, conquistando um total de 55 medalhas sendo 46 individuais. São 41 medalhas de ouro, 9 de prata e 5 de bronze. Seu melhor desempenho foi nos Jogos de Barcelona em 1992, 12 medalhas sendo 10 de ouro e 2 de prata.

A EMOÇÃO

120831122450-paralympics-thurs-evening-03-horizontal-large-gallery

Esta é a mesma! Centenas de nadadores, de dezenas de países vão colorir a natação olímpica e paralímpica do Rio 2016. A Best Swimming vai estar presente trazendo tudo para você acompanhar e vibrar com a nossa seleção e principalmente com o esporte.

4 respostas
  1. Janaine
    Janaine says:

    Muito obrigada ! Respondeu todas as minhas duvidas,meu trabalho vai ficar muito bom .E que venha a Paralimpíadas mostrar como se ganha medalha !

    Responder
  2. Marlei Souza
    Marlei Souza says:

    Depois de um turbilhão de pesquisas, eu encontrei um site que respondeu várias das minhas dúvidas.
    Obrigada mesmo. Meu seminário sobre Natação adaptada vai ficar perfeito!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *