“Os últimos cinco dias tem sido difíceis para a USA Swimming e as famílias olímpicas americanas. Enquanto estamos agradecidos por nossos atletas estarem a salvo, nós não toleramos a falta de juízo e conduta que nos levou a este ponto. Isso não é representativo do que é esperado de um olímpico, um cidadão americano, de um nadador, de uma pessoa.

Isso tirou a atenção das grandes conquistas do Team USA na água e de outros atletas durante os Jogos Olímpicos. Os atletas e suas fantásticas histórias deveria ser o foco principal.

Nós estamos extremamente agradecidos pela ajuda, suporte e esforços do Comitê Olímpico Americano, Departamento de Estado e Consulado Americano durante o processo.

A USA Swimming vai analisar o caso em detalhes para determinar qualquer ação pelo nosso Código de Conduta”.

1 responder
  1. Nóbrega
    Nóbrega says:

    Fico triste, pois não é o que se reflete entre boa parte dos americanos médios. Provavelmente, o mesmo acontece entre uma parte dos brasileiros, mas é extremamente pesado ver o que eles falam e escrevem. A pior parte é que, se o próprio Lochte não admitir o que fez, certamente o Brasil e os brasileiros provavelmente entrarão na estratégias de campanha de Donald Trump, tornando a xenofobia ainda mais crescente. Enfim, infelizmente isso é só o começo.

    Responder

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *