Faltando 34 dias para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, Cate Campbell estabeleceu novo recorde mundial da prova dos 100 metros nado livre com 52.06 no Grand Prix de Brisbane, o chamado Rio Farewell Meeeting. A competição marca a despedida da Seleção Australiana antes da Olimpíada, e Cate depois de fazer 52.97 nas eliminatórias derrubou a antiga marca da alemã Britta Steffen desde o Mundial de Roma em 2009 com 52.07.

Uma diferença na forma de nadar das duas recordistas pode ser vista com clareza. Campbell, mais veloz, passou forte, 24.89 e caiu na volta 27.17 enquanto Steffen passou mais controlada 25.46 e tinha o favorecimento dos trajes tecnológicos para voltar com 26.73.

Cate Campbell já liderava o ranking mundial de 2016 com os 52.38 que havia feito no Japão Open em maio e antes disso com os mesmos 52.38 que venceu a seletiva olímpica em abril. Nas eliminatórias em Brisbane, Campbell já havia nadado para 52.97. Só nesta temporada são cinco vezes abaixo da barreira dos 52 segundos.

Bater um recorde mundial de 100 metros nado livre “em temporada”, ou seja, sem estar polido e raspado é algo que não acontecia desde 28 de maio de 2000, quando a holandesa Inge de Bruin se tornou a primeira nadadora abaixo dos 54 segundos num torneio na Europa marcando 53.80.

No recorde batido em Brisbane, estavam presentes as duas últimas australianas que foram recordistas mundiais e medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, Jodie Henry e Dawn Fraser. As australianas são dominantes nos 100 livre feminino tendo sido a 24a vez que elas quebraram a marca mundial. Cate se tornou a sétima nadadora da Austrália a quebrar o recorde da prova. Foi o primeiro recorde mundial batido por uma australiana em piscina longa desde o fim da era dos trajes.

Cate Campbell também detém o recorde mundial de piscina curta com 50.91 desde novembro do ano passado em marca quebrada no Campeonato Australiano na prova dos 200 metros nado livre. Cambpell fez a tentativa de recorde e se tornou na primeira mulher a nadar a prova abaixo dos 51 segundos em piscina de 25 metros.

Esta é a segunda vez que uma australiana detém os recordes mundiais de piscina curta e longa dos 100 metros nado livre. A anterior foi Libby Trickett.

Das 10 melhores marcas do mundo dos 100 metros nado livre, seis são de Cate Campbell:
52.06 Cate Campbell 02/07/2016
52.07 Britta Steffen 31/07/2009
52.22 Britta Steffen 26/07/2009
52.33 Cate Campbell 28/07/2013
52.34 Cate Campbell 28/07/2013
52.38 Cate Campbell 07/04/2016
52.38 Cate Campbell 20/05/2016
52.41 Cate Cambbell 07/04/2016
52.52 Bronte Campbell 07/08/2015
52.56 Britta Steffen 27/06/2009

Na era pós-trajes, apenas seis nadadoras nadaram abaixo dos 53 segundos nos 100 metros nado livre. Três delas são australianas, as irmãs Cate e Bronte Campbell,  e Emma McKeon, mais duas holandesas Femke Heemskerk e Ranomi Kromowidjojo e a sueca Sarah Sjoestroem.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *