Apenas uma seletiva em andamento, na Coreia do Sul, que não é das mais fortes, mas chama a atenção pela volta de Tae Hwan Park. O campeão olímpico dos 400 livre em 2008 e vice em 2012 (200 e 400 livre) volta da sua suspensão de 18 meses por doping e já venceu duas provas, ontem os 1500 livre e hoje os 400 livre.

AEN20160426008551315_01_i-1

Mesmo nadando abaixo dos índices A da FINA, Park não virá ao Rio. Ele cumpre uma punição extra de três anos imposta pelo Comitê Olímpico da Coreia que dá extra suspensão extra para todos os atletas que testarem positivo e forem suspensos por 12 meses ou mais. Park só pode voltar a representar a Seleção Coreana em 2019.

Park venceu ontem os 1500 livre com 15:10.95 um tanto distante da sua melhor marca pessoal (14:47.38) e hoje os 200 livre com 1:46.31, 11o tempo do mundo este ano. Seu melhor nos 200 livre é de 2010 com 1:44.80.

Horizontal-Lockup

A Seleção Britânica foi anunciada na semana passada com 26 nomes para o Rio 2016. Esta semana, ficou definido o grupo que vai disputar o Campeonato Europeu em maio na piscina olímpica de 2012 em Londres. O time é um misto com uma Seleção de Jovens “Target Tokyo 2020”. No Europeu, podem nadar até quatro nadadores por prova nas eliminatórias, e os dois mais rápidos passam as semifinais e finais.

Veja o time completo da Grã-Bretanha para o Europeu:
Craig Benson – University of Stirling
James Guy – Millfield
Cameron Kurle – Millfield
Max Litchfield – City of Sheffield
Ieuan Lloyd – City of Cardiff
Stephen Milne – Perth City
Ross Murdoch – University of Stirling
Adam Peaty – City of Derby
Benjamin Proud – Plymouth Leander
Robert Renwick – University of Stirling
Duncan Scott – University of Stirling
Timothy Shuttleworth – National Centre, Loughborough
Christopher Walker-Hebborn – National Centre, Bath
Daniel Wallace – Warrender
Andrew Willis – National Centre, Bath
Jazmin Carlin – National Centre, Bath
Georgia Coates – City of Leeds
Georgia Davies – National Centre, Loughborough
Eleanor Faulkner – City of Sheffield
Francesca Halsall – National Centre, Loughborough
Camilla Hattersley – City of Glasgow
Hannah Miley – Garioch
Siobhan Marie O’Connor – National Centre, Bath
Molly Renshaw – National Centre, Loughborough
Chloe Tutton – City of Cardiff
Aimee Willmott – London Aquatic Centre PP

Target Tokyo 2020:
Charlie Attwood – National Centre, Bath
Luke Davies – City of Birmingham
Tom Fannon – Plymouth Leander
Luke Greenbank – Cockermouth
Joe Hulme – National Centre, Bath
Daniel Jervis – Swansea Aquatics
Georgina Boyle – Chelsea and Westminster
Harriet Cooper – City of Derby
Kathleen Dawson – Warrington Warriers
Alice Dearing – National Centre, Loughborough
Charlotte Evans – National Centre, Loughborough
Lucy Hope – Edinburgh University
Jessica Jackson – Plymouth Leander
Katie Matts – Stockport Metro
Laura Stephens – Plymouth Leander
Abbie Wood – National Centre, Loughborough

Terminou a seletiva italiana em Riccione no sábado, e no encerramento novo recorde nacional nos 100 peito feminino com Martina Carraro 1:06.41, sexto tempo do mundo em 2016, superando a antiga marca de Ilaria Scarcella 1:06.86 desde 2009.

Veja o vídeo da prova:

https://www.youtube.com/watch?v=VzJQ1g2tSKQ

No masculino, Lucca Dotto teve um grande desempenho vencendo as provas de 50 livre (21.91), 100 livre (48.40) e ainda chegando em segundo lugar nos 200 livre (1:47.74), nesta derrota apenas dois centésimos atrás de Gabrielle Detti, campeão da prova. Dotto ainda abriu o revezamento 4×100 livre para 47.96, novo recorde nacional italiano.

 

Link para todos os resultados:

http://www.microplustiming.com/fin2016/indexNU2016_1923_04_Riccione_web.php?s=TG9hZENhbGVuZGFyaW8oJzAnKTs=&cat=ASF&page=028&spec=005&bat=001&td=CAL_CIS_DAY&hg=&descIT=QXNzb2x1dGkgRmVtbWluZcKgLcKgMjAwIG0gRmFyZmFsbGEgLSBGaW5hbGU=&descEN=QXNzb2x1dGkgRmVtbWluZcKgLcKgMjAwIG0gQnV0dGVyZmx5IC0gRmluYWxl&descFR=QXNzb2x1dGkgRmVtbWluZcKgLcKgMjAwIG0gUGFwaWxsb24gLSBGaW5hbGU=&curCatSel_M_F=

Um dia depois da seletiva italiana, uma competição de um dia em piscina curta em Riccione. Aproveitando o polimento do Campeonato Nacional, uma oportunidade para os atletas baixarem suas marcas. Veja o tempo dos nadadores que vai servir de base para o time do Mundial de Piscina Curta no final do ano em Windsor, no Canadá.

Masculino
50m livre: Federico Bocchia, 21.41; Piero Codia, 21.60.
100m livre: Luca Dotto, 47.27; Filippo Magnini, 47.93; Luca Leonardi, 47.97
200m livre: Magnini, 1:43.49; Gabriele Detti, 1:44.57.
400m livre: Detti, 3:42.97
1500m livre: Detti 14:39.03.
100m costas: Simone Sabbioni, 50.90; Mateo Rivolta, 51.55.
200m costas: Christopher Ciccarese, 1:53.84
100m peito: Fabio Scozzoli, 58.51; Andrea Toniato, 58.62.
200m peito: Claudio Fossi, 2:06.66; Scozzoli, 2:06.94.
100m borboleta: Piero Codia, 50.47
200m borboleta: Pelizzari, 1:55.48; Giordano 1:56:17.
200m medley: Fabio Scozzoli, 1:56.01.
400m medley: Luca Marin, 4:11.19

Feminino:
50m livre: Silvia Di Pietro, 24.24
100m livre; Federica Pellegrini 52.17 (Italian record)
200m livre: Pellegrini, 1:53.07
400m livre: Erica Musso, 4:01.39
800m livre: Luisa Trombetti, 8:21.61
100m costas: Silvia Scalia, 58.28
200m costas: Margherita Panziera, 2:06.53; Silvia Scalia, 2:06.65, Musso 2:08.28.
100m peito: Martina Carraro, 1:05.71
200m peito: Ilaria Scarcella, 2:22.29
100m borboleta: Ilaria Bianchi, 56.80; Silvia Di Pietro, 57.75
200m borboleta: Bianchi, 2:07.32; Alesia Polieri, 2:07.78
200m medley: Trombetti, 2:10.33
400m medley: Trombetti, 4:35.83

Recorde mexicano dos 100 livre na disputa do Mayaguez International Meet em Porto Rico no final de semana. Daniel Ramirez nadou os 100 livre para 49.80 nas eliminatórias da prova no domingo pela manhã batendo a sua própria marca de 50.01 feita no GP de Orlando em março. Na final, Ramirez nadou para 50.02. Ele ainda nadou os 50 livre em Time Trial para 22.96. O México segue competindo sob a bandeira da FINA cumprindo suspensão pela falta de pagamento da multa referente a não realização do Mundial dos Esportes Aquáticos de 2017.

Na Rússia, fim da seletiva olímpica no sábado com o Head Coach Sergey Kolmogorov anunciando uma pré-convocação de 21 nadadores e com a possibilidade de adição de mais nove.

Veja a lista dos pré convocados:
Natalia Lovtsova (50 m livre)
Veronica Popov (200 m livre)
Victoria Andreev (200 m livre, 200 m medley)
Daria Ustinovs (100 e 200 m costas)
Anastasia Fesikova (100 e 200 m costas)
Sofya Andreev (200 m peito)
Daria Chikunov (200 m peito)
Svetlana Chimrova (100 m borboleta)
Vladimir Morozov (50 and 100 m livre)
Andrei Grechin (100 m livre)
Alexander Red (200 m and 400 m livre)
Yaroslav Potapov (1500 m livre)
Evgeny Rylov (100 e 200 m costas)
Gregory Tarasiewicz (100 m ostas)
Andrei Shabasov (200 m costas)
Vsevolod Zanʹko (100 m peito)
Kirill Prigoda (100 m peito)
Anton Chupkov (200 m peito)
Ilya Khomenko (200 m peito)
Alexander gardeners (100 m borboleta)
Eugene Koptelov (100 m borboleta)
Revezamentos:
4×100 livre masculino – Vladimir Morozov, Andrey Grechin, Alexander Popkov, Alexander Sukhorukov.
4×200 livre masculino – Alexander Red, Nikita Lobintsev, danila izotov, Mikhail Dovgalyuk, Vyacheslav andrusenko.
4×100 livre feminino – Veronica Popova, Victoria Andreeva, Natalia Lovtsova, Rosalia Nasretdinova.
4×200 livre feminino – Veronica Popova, Victoria Andreeva, Arina Openysheva, Daria Mullakayeva.
4×100 medley masculino – Evgeny Rylov, Vsevolod Zanʹko, Alexander Gardeners, Vladimir Morozov
4×100 medley feminino – Daria Ustinova, Daria Chikunova, Svetlana Chimrova, Veronica Popova

Prováveis adições na equipe:
Daniel Pakhomov (200 m borboleta)
Alexei Bryansk (50 m livre)
Simeon Adam (200 m medley)
Ilya Druzhinin (1500 m livre)

Veja os vídeos das vitórias de Vlad Morozov nas provas de 50 e 100 livre:

Link para todos os resultados:

http://www.russwimming.ru/upload/live/ruschamp_LC2016/index_us.html

Na próxima semana, tem o Campeonato Alemão, seletiva olímpica e competição de natação mais antiga do planeta.

3 respostas
  1. Éder Luiz
    Éder Luiz says:

    Coach estou tentando postar no eu blog o post relativo ao revezamento, não consigo. Então postarei aqui:
    Coach na final estaremos. Sobre o pódio algumas considerações: Austrália vem bem demais: Mcvoy não é Magnussem, não vai tremer; Magnussem fechará para 47 baixo, pois será sua última olimpíada. Chambers pode ser a Cate Campbell de 2008? Pode. Se for, o ouro será francês. Americanos com problemas. O novato das jardas fará milagres? Natan Adrian nadará no final para um 47 baixo ou 46 alto? Duvido. A frança parece ser o quarteto mais estável: possivelmente 3 47 altos e 1 48 baixo. Nosso bronze,pois só vislumbro essa medalha para nós só sairá se Chiereguini e Fratus fizerem o tão almejado 47 que vc tão reclama. O que mais me chama a atenção será o seguinte: depois da era dos trajes,alguém fará o que o Dustching Flash fez em 2004, fechando para 46 alto??????? Meu pódio: Austrália (torcida), França e Rússia, se bem que os russos, mesmo na era Popov, sempre decepcionam….. Aí está nossa chance.

    Responder

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *